CUIABÁ

Siga nossas redes

Mato Grosso

Deputados aprovaram aumento no valor do auxílio que beneficia famílias em situação de pobreza.

Publicado em

MATO GROSSO

O governador Mauro Mendes (DEM) pode prorrogar o Ser Família Emergencial até dezembro deste ano. O projeto de lei que autoriza a ampliação do programa voltado a famílias de baixa renda foi aprovado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), nesta segunda-feira (19.07). O valor das parcelas também deve passar de R$ 150,00 para R$ 200,00.

Na primeira etapa, o Ser Família Emergencial foi destinado a atender pelo menos 100 mil famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, com o auxílio emergencial de R$ 150 por três meses. Serão investidos R$ 45 milhões, em recursos próprios e apoio do Legislativo. 

O projeto de lei 602/2021 que prorroga o pagamento do Ser Família Emergencial, criado em março deste ano foi aprovado por maioria, tendo sido registrada abstenção dos deputados petistas Lúdio Cabral e Valdir Barranco se abstiveram da votação.

O auxílio emergencial será concedido às famílias com renda mensal de até R$ 89, podendo ser ampliado para famílias com renda mensal superior, mediante decreto governamental.

Durante entrevista a 1ª edição do Jornal da Capital desta segunda-feira (19.07), o líder do Governo na AL, deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), já havia adiantado que os deputados pretendiam propor que a matéria fosse estendida até o final do ano.

“Nós vamos aprovar. Hoje o Estado está pagando para mais de 100 mil famílias do Estado de Mato Grosso R$ 150,00, até no projeto está sendo alterado para R$ 200,00 ao invés de R$ 150,00 e ao invés de ser três meses nós já estamos prorrogando para cinco, deixando ele prorrogado inclusive no projeto até dezembro. Isso significa que lá em novembro e dezembro vamos ter recursos”.

Conforme a proposta, que tramitou em regime de urgência em duas votações e segue para ser sancionada pelo governador Mauro Mendes (DEM), as parcelas continuam sendo de R$ 150 em agosto e setembro. A partir de outubro e até dezembro de 2022, o benefício será bimestral.

Quem terá direito ao Ser Família Emergencial

– o Ser Família Emergencial será concedido às famílias com renda mensal per capita de até R$ 89;

– o auxílio abrangerá beneficiários em situação de pobreza e extrema pobreza, inscritos no Cadastro Único das Políticas Sociais Brasileiras do Ministério da Cidadania (CadÚnico), e também inscritos no Programa Bolsa Família;

– somente será permitida a concessão de um benefício por família;

– terão preferência na concessão do benefício, as famílias consideradas em estado de extrema pobreza;

– o pagamento do benefício será feito preferencialmente à mulher;

– o auxílio será destinado exclusivamente para compra de alimentos, sendo proibida a aquisição de bebidas alcoólicas, produtos a base de tabaco, cosméticos e combustíveis.

“CAPOTAL NOTÍCIA”

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Morre ex-jogador inglês Paul Mariner, aos 68 anos
Propaganda

MATO GROSSO

Quinta-feira (22): Mato Grosso registra 479.705 casos e 12.576 óbitos por Covid-19

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (22.07), 479.705 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 12.576 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.265 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 479.705 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.774 estão em isolamento domiciliar e 454.834 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 406 internações em UTIs públicas e 292 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 72,11% para UTIs adulto e em 34% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (97.875), Rondonópolis (33.987), Várzea Grande (32.166), Sinop (23.152), Sorriso (16.794), Tangará da Serra (16.431), Lucas do Rio Verde (14.388), Primavera do Leste (12.484), Cáceres (10.450) e Barra do Garças (9.526).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 371.701 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 609 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na quarta-feira (21.07), o Governo Federal confirmou o total de 19.473.954 casos da Covid-19 no Brasil e 545.604 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 19.419.437 casos da Covid-19 no Brasil e 544.180 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta quinta-feira (22.07).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

“SES-MT”

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Homem de 47 anos morre após ingerir comida japonesa no Florais em Cuiabá
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA