CUIABÁ

Siga nossas redes

POBREZA

MT tem mais de 2 mil pessoas vivendo em situação de rua

Publicado em

MATO GROSSO

Mato Grosso tem mais de 2 mil pessoas vivendo em situação de rua. É o que aponta um levantamento da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) em Mato Grosso.

Conforme o boletim levantado, atualmente em Mato Grosso há 2.114 pessoas vivendo em situação de rua inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, o que corresponde a 0,16% do total de cadastrados.

Dessas, 1.283 recebem o benefício do Programa Bolsa Família, representando 60% dessa população.

Em 2021, de acordo com o CadÚnico, 58 municípios registraram pelo menos um caso de situação de rua em seu território. Esse público está concentrado nos municípios de grande e médio porte, o que corresponde a 88%.

Comparando com o ranking do ano anterior, observa-se que Alta Floresta saiu da lista e deu lugar à Campo Novo do Parecis. Rondonópolis, Cuiabá, Sinop, Várzea Grande e Primavera do Leste continuam liderando o ranking dos municípios com mais pessoas em situação de rua.

Quanto ao perfil desse público, nota-se que em Mato Grosso, assim como em outros estados, a maioria das pessoas que vivem nas ruas são do sexo masculino, sendo 1.936 homens (91%) e 178 mulheres (9%) cadastrados.

O desemprego é o principal motivo apontado como razão da ida para as ruas. Outras causas mais apontadas são o alcoolismo; conflitos e desentendimentos com familiares.

De acordo com a adjunta de Assistência Social, Leicy Vitório, o boletim tem objetivo de subsidiar a avaliação e o planejamento das ações socioassistenciais. As informações referentes às pessoas em situações de rua (PSR) identificadas no Cadastro Único foram atualizadas.

19 de Agosto

O Dia Nacional de Luta da População de Rua teve origem em 2004, quando sete pessoas em situação de rua foram mortas e oito ficaram feridas, entre os dias 19 e 22 de agosto, na Praça da Sé, em São Paulo. Foi o episódio mais violento envolvendo essa população. Desde então, o dia busca reflexão sobre o que ainda falta para esse grupo tão vulnerável e invisível.

“G1-MT”

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Idosos acima de 80 anos podem agendar prova de vida em casa
Propaganda

MATO GROSSO

Mulher é agredida pelo ex e pela irmã dele após cobrar ajuda para comprar leite da filha

Publicados

em

Por Yuri Ramires

Jovem de 20 anos foi agredida pela ex-cunhada e teve o carro quebrado pelo ex-marido, após ir até a casa dele cobrar ajuda para comprar leite para a filha, na madrugada desta segunda-feira (20), em Nova Mutum (264 km ao Norte de Cuiabá). Agressor conseguiu fugir, mas a irmã dele foi presa pela Polícia Militar.

De acordo com as informações da PM, viatura foi acionada para atender uma ocorrência no bairro Palmeiras. No local, encontrou a vítima já ferida, relatando que foi até a casa do ex-marido, cobrar ajuda para comprar o leite da filha que teve com ele.

Ela ressalta que o alimento acabou e que faz algum tempo que ele não ajuda nas despesas da criança. Mas, quando abordou o assunto, foi empurrada e agredida com socos. Quando ia saindo da casa, o agressor tomou a chave do veículo da vítima.

Ele jogou fora, nos fundos de outra casa e em seguida, passou a quebrar vidros do veículo e amassar a lataria. Como se não bastasse a violência que estava sofrendo, a irmã do suspeito chegou no local quando a PM já atendia a ocorrência.

Revoltada com a situação, ela foi para cima da vítima, desferindo socos e chutes contra a mulher. Nesse momento, o agressor aproveitou para fugir e pulou muro da casa dos vizinhos. A irmã dele foi presa em flagrante e o caso será investigado pela Polícia Civil.

“Gazeta Digital”

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ação da Polícia Civil doa cestas básicas e brinquedos a famílias carentes em Barra do Garças
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA