CUIABÁ

Siga nossas redes

Agronegócios

Uma das iniciativas criadas pelo grupo foi o estabelecimento de uma campanha de conscientização de prevenção contra a peste suína africana

Publicado em

Agronegócios

Com objetivo de debater estratégias para a prevenção da Peste Suína Africana na América Latina, a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e outras 21 organizações nacionais de 18 países da América Latina anunciaram a instalação de um comitê continental.

O Comité de Crisis PPA LatAm (Peste Porcina Africana, em espanhol) realizou um levantamento de ações regionais e estabeleceu um trabalho em colaboração para o fortalecimento da defesa sanitária no continente, no âmbito privado.

Uma das iniciativas foi o estabelecimento de uma campanha interpaíses de conscientização das comunidades e intra setoriais sobre a importância dos cuidados preventivos nas diversas esferas. Denominada #TodosContraLaPPA, a campanha será lançada em breve com ações junto aos produtores, sociedade e líderes governamentais das diversas esferas das nações envolvidas.

A ação ocorre após situação enfrentada pela República Dominicana, que recentemente registrou focos da enfermidade nos diversos plantéis da ilha.

“A ação reforça o trabalho que já está em curso no Brasil, em uma articulação ampla para evitar que a situação alcance a parte continental das Américas. Empregos e a garantia de fornecimento de alimentos estão em jogo, em um momento em que a oferta de alimentos é estratégica para as nações. Unificando esforços, seremos mais efetivos para monitorar problemas e riscos, e contribuir para rápidas soluções bilaterais ou em bloco”, avalia Ricardo Santin, presidente da ABPA.

“Canal Rural”

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Abates de bovinos caem 4,5% no 2º trimestre, diz IBGE
Propaganda

Agronegócios

Governador busca empréstimo de R$ 400 mi com o Banco Mundial para investir na agricultura familiar

Publicados

em

Por Vinicius Mendes

O governador Mauro Mendes realizou nesta sexta-feira (08) a maior entrega de máquinas e equipamentos para a agricultura familiar e infraestrutura dos 141 municípios de Mato Grosso. Os investimentos integram o programa Mais MT e alcançam o montante de R$ 209 milhões. Na ocasião Mauro relatou que teve uma relação próxima com a agricultura familiar.
 
“Eu me lembro que na campanha nós estávamos um dia lá em Tangará da Serra, […] lá tem grupo de agricultores familiares, lá tem grupo grande, e começamos a falar, no meio da fala, não sei o que aconteceu lá, eu lembrei da senhora minha mãe, que já perdi há exatamente doze anos. […] Eu fui criado, meus amigos, no interior de Goiás, num sitiozinho de 27 hectares, muito pequeno, nove irmãos, agricultura familiar, nós tínhamos lá um tratorzinho Tobata […] era uma ferramenta que nós tínhamos. Arado de boi, eu puxei muita guia dos bois, porque era um dos mais novos, meus irmãos cuidavam do arado, eu fui criado na agricultura familiar. Aí eu estava lá em Tangará e eu vi um depoimento de uma senhora, não sei porque eu vi uma senhorinha lá e ela falou e aquilo me emocionou muito, e eu poucas vezes chorei, ali tive um momento, né? Que eu tive todas as minhas emoções afloradas”, contou Mauro.
 
Segundo o governador, à época ele não chegou a fazer promessas, mas se comprometeu a, caso fosse eleito governador de Mato Grosso, a ter um olhar especial para a agricultura familiar. Mauro disse esta entrega de maquinários é uma homenagem a seus pais e a milhares de mato-grossenses que vivem da agricultura familiar. Além das máquinas e equipamentos Mauro também afirmou que está viabilizando um investimento de R$ 400 milhões para esta área.
 
“Mas não para por aí, se vocês acham que R$ 106 milhões ou R$ 109 milhões é muito, esqueçam, nós estamos viabilizando junto ao Banco Mundial um financiamento de U$ 80 milhões, são R$ 400 milhões. […] nós vamos dobrar e vamos mudar a realidade, e muito, dessa agricultura familiar do estado do Mato Grosso. Porque eu sei que essas famílias, o que elas precisam é de um apoio. […] nós que fomos abençoados, vocês que foram abençoados, que tiveram a sorte, tiveram essa capacidade, nós temos o dever de olhar para tantos e tantas pessoas que, se tiverem empurrão, talvez construam uma história tão bonita como tantas histórias que tem neste Mato Grosso”, disse o governador.

´´Agro/Olhar“

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Agropecuária sustentável ajudou o Brasil a reduzir emissão de CO2
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA