CUIABÁ

Siga nossas redes

Governador do Estado defendeu que o novo partido tenha Fábio Garcia como seu presidente

Mendes critica número de siglas no País: “Isso não é democracia”

Publicado em

POLÍTICA

Por Cítia Borges

O governador Mauro Mendes (DEM) voltou a defender a redução do número de partidos políticos no Brasil. 

Conforme o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) há 33 partidos políticos legalizados no Brasil. “Isso pode ser tudo, menos democracia”.

Mendes é um dos entusiastas do União Brasil, fusão entre o DEM e PSL aprovada em convenção dos dois partidos no início de outubro.

“É preciso diminuir o número de partidos no Brasil. O País ter 30 e tantos partidos. Isso não existe em lugar nenhum do mundo. Isso pode ser tudo, menos democracia, muito menos instrumento de um processo legítimo e democrático”, afirmou o governador.

Segundo Mendes, o objetivo da fusão partidária é criar um grupo de centro e que atue com que classificou de “política séria”.

“Nós queremos que o União Brasil seja um partido que represente a união do nosso País, que não tenhamos lado: nem direita, nem esquerda”, afirmou o governador.

“A política só serve para mim, e pro cidadão, se as pessoas que a gente escolhe para serem nossos representantes trabalhem com seriedade, honestidade, apliquem corretamente o dinheiro e melhorem a vida das pessoas. Senão vira política pros políticos. Isso não serve para mim e tenho certeza que não serve pro cidadão”, completou.

Comando do União Brasil

Devido a um acordo fechado na convenção que criou o novo partido, o comando em Mato Grosso deverá ficar com um nome do Democratas. Mendes, no entanto, descartou ser o presidente e defendeu o nome do atual presidente do DEM no Estado, Fábio Garcia.

“Eu não serei o novo presidente porque não tenho tempo necessário para cuidar do partido, mas existem alguns acordos em Brasília com relação a essa fusão e vamos seguir esses acordos”, afirmou.

“O Fabinho [Fábio Garcia] é meu candidato para continuar sendo o presidente”, completou.

Maior bancada

A partir da aprovação, foi formada uma comissão instituidora, que enviará o processo de fusão ao TSE.  A expectativa é que o partido seja oficializado pela Justiça até fevereiro e já tenha número nas urnas nas eleições do ano que vem.

O União Brasil nasce com 81 deputados federais e se tornará a maior bancada da Câmara Federal, desbancando o PT que, desde 2010, ocupa o posto. 

Em Mato Grosso, o cenário se repetirá e a nova sigla terá também a maior bancada, com seis parlamentares: quatro do PSL e dois do DEM.

´´Midia/News“

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mãe de criança que se escondeu dentro de geladeira durante incêndio é solta pela Justiça
Propaganda

POLÍTICA

Deputado Claudinei homenageia representantes da saúde e da segurança pública

Publicados

em


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) promoveu solenidade na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), na segunda-feira (29), no Plenário Renê Barbour, em Cuiabá, para homenagear representantes da saúde pública de Rondonópolis, por meio da entrega de Moção de Aplausos e da Comenda Dante de Oliveira. As honrarias concedidas são reconhecimentos aos relevantes serviços prestados à sociedade por parte dos homenageados.

O parlamentar entregou a Comenda Dante de Oliveira, por meio do Projeto de Resolução nº 109/2021, ao coordenador geral do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu),  Heusnan Lima de Freitas, que atua na região sudeste e sul de Mato Grosso. “É uma satisfação receber essa homenagem como todos os meus colegas de Rondonópolis. No deputado não vemos vaidade e, sim, o caráter e a vontade é de poder ajudar. A nossa gratidão e parabéns pelo mandato que está exercendo”, disse Freitas.

Moção – Deputado Delegado Claudinei destacou a atuação do casal Odílio e Tânia Balbinotti que têm ajudado nas melhorias no setor da saúde de Rondonópolis, principalmente, para a Santa Casa do município. “Tudo o que eu tenho que falar é agradecimento. O trabalho que desenvolvemos para a Santa Casa é de apoio e de equipe. O deputado é um grande apoiador nosso. Ele realmente entende sobre o que as pessoas precisam. Ele foi importante, direta e indiretamente, para que as coisas mudassem. Sem a legislação a gente não funciona”, declarou Tânia, que foi agraciada com a Moção de Aplausos e faz parte do SOS Santa Casa, que é uma entidade da sociedade civil organizada. 

Leia Também:  Governo do Estado sofre ataque de hacker e envia informações para polícia investigar

A diretora e servidora do Hospital Regional de Rondonópolis desde 2004, Kênia de Lima Gomes, também foi homenageada. “Estou muito grata e honrada por receber essa homenagem, representando o Hospital Regional de Rondonópolis. O reconhecimento do nosso trabalho é uma importante motivação e foi com muita alegria que participei da solenidade de entrega da Moção de Aplausos outorgada pelo deputado Claudinei”, revelou.

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Com especialidade em gestão do Sistema Único de Saúde, da Qualidade e Custos e Hospitalar, a superintendente da Santa Casa de Rondonópolis, Bianca Talita Franco, ficou lisonjeada com o reconhecimento. Ela frisou que a Moção de Aplausos recebida com o seu nome representa cerca de 1.500 colaboradores, médicos e fornecedores que lutam constantemente para dar o resultado esperado pela instituição filantrópica.

“Nós buscamos dar um atendimento humanizado. Entendemos que a unidade pode ser referência e, nós em conjunto, estamos dispostos a fazer junto com o poder público. Tendo reconhecimentos, investimentos e leis que nos amparam para melhorar e crescer cada vez mais. Essa moção é para toda a equipe, fornecedores e à sociedade que é atendida por nós”, disse a superintendente.

Leia Também:  Técnicos de Desenvolvimento Infantil (TDI) lutam para serem reconhecidos como Professores de Desenvolvimento Infantil (PDI).

Também foram homenageados o secretário Municipal de Saúde da Prefeitura de Rondonópolis, Alfredo Vinícius Amoroso; Sinésio Gouveia de Alvarenga; Hélio Cavalcanti; Diógenes Garrio; Ícaro Carvalho Neves; Rosângela Almeida Santos; Marileide Santana Rodrigues; Paulo Padin; Cheila Rodrigues Chaves; Renata Martins do Carmo; Luciara Machado; Luciana Abreu Horta; Irany Santos da Silva; Rosalino Rodrigues; Fernando Silva; Erlon Cortez; Daniele de Barros Marques; Cláudia Domingues Lima; Cláudia Wandeveld; Daniel Gerlin e Tamirez Figueiredo.

Comenda – A comenda Dante de Oliveira foi instituída pela Assembleia Legislativa, por meio de proposta do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), em abril de 2015, para homenagear pessoas físicas e jurídicas com destaque nas áreas de direitos humanos, democracia e da cidadania de Mato Grosso. Cada deputado, anualmente, pode indicar até cinco homenageados – sendo que será analisada por outros parlamentares para a devida aprovação a indicação.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA