CUIABÁ

Siga nossas redes

Soja e sangue

Sorriso, de Capital do Agronegócio à Capital do Crime

Publicado em

POLÍCIA

Por Joel Teixeira

Sorriso no Norte de Mato Grosso, a 86 km de Sinop e a 418 km de Cuiabá é conhecido como o município que mais produz grãos no Brasil. Conforme dados divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento – Conab, a colheita em 2022 é estimada em 122,7 milhões de toneladas. Só no ano passado, gerou R$ 5,3 bilhões com o agro. Mas toda essa riqueza parece distante das mazelas que circundam as periferias da cidade. A criminalidade vem mostrando a cara violenta nos bairros pobres, em menos de 12 dias foram 11 assassinatos com sinais de execuções. Segundo a Polícia Judiciária Civil, a grande maioria dos mortos é formada por jovens que tiveram envolvimento com crimes, pessoas faccionadas ou que tinham dívidas para o tráfico de drogas.

Operários, pobres e pretos na linha do terror

O que ocorre é que a população de Sorriso está assustada com o alto índice de homicídios no município, principalmente os mais pobres. O TV Noticias falou com alguns moradores do Bairro São Domingos, região afastada do “oásis financeiro” dominado pelo comércio e escritórios voltados ao agronegócio; o bairro é separado pela BR 163 onde vivem mais de 3 mil pessoas, a maioria nordestinos e descendentes. É a classe operária conhecida como “os maranhenses,” devido a origem de grande parte dos moradores, “a gente tá assustado, porque temos filhos, crianças e adolescentes. Ninguém sabe quem é o próximo, porque entre guerra de bandidos, pode existir um inocente passando. Quem vai saber se por uma fofoca ou outra maldade qualquer, uma pessoa boa não vira alvo? Depois que morreu já era. Polícia não está nem aí para choro de mãe pobre. Quem sofre é a família. Agora, se matam um rico, aí vem helicóptero, batalhões e fazem justiça, mas nós pobres temos que ficar quietinhos com medo dentro de casa”, disse um morador que pediu para não ser identificado.  Uma moradora das proximidades do Bairro Morada do Bosque, local no qual aconteceu um dos homicídios, falou que não se sente segura na cidade, porque tem filhos, “eles não mexem com coisa errada, mas sabe né, a gente somos pobres, numa dessa aí, basta alguém falar que um menino desses tá numa facção rival que de repente a casa da gente é invadida e o pior pode acontecer. Não estou dizendo que os que morreram são inocentes, mas se a Assistência Social desse a oportunidade com cursos, assistência médica e lazer para essa criançada daqui, do Mario Raiter e de outros lugares, talvez isso não tivesse acontecendo aqui. Falta policiamento também, bandido tem medo de polícia, disse.

Já um comerciante, morador no Bairro Mário Raiter desabafou, “tem poucos dias um Secretário do prefeito roubou milhões da prefeitura e confessou o crime, uma tal de Samantha levou mais de R$ 3 milhões da Saúde, pergunta se mataram eles, pergunta se tão presos?” Comentou o morador, sobre desvios milionários da Prefeitura Municipal de Sorriso, cometidos por funcionários públicos e empresários. O escândalo deu origem à Operação Hígia do Gaeco e está em andamento.

O novo delegado de Policia Civil diz que está tudo “tranquilo” em Sorriso e quem está morrendo está colhendo o que plantou

O recém-empossado delegado Eugênio Rudy Júnior disse em entrevista coletiva dia 26 que, “quem está morrendo está colhendo o que plantou,” “Eu quero esclarecer à população que a cidade de Sorriso está muito tranquila. Embora tenham falado que está morrendo muita gente, mas eu quero que vocês apontem aí, dessas pessoas que têm morrido ultimamente, quais que não estão envolvidas no crime? São poucas, pouquíssimas. Então, o cidadão de bem não está morrendo.

Infelizmente, nós temos muitos jovens que estão se envolvendo na criminalidade e a consequência inarredável é essa, infelizmente, ou é a cadeia ou é o caixão. São jovens que estão se envolvendo com o crime e que, infelizmente, estão colhendo o que plantaram.

Os crimes

1ª morte – Samuel Moreira da Silva Neto, de 25 anos, que foi executado na noite da última terça-feira (19/07) na rua Pau Brasil, no Bairro Morada do Bosque enquanto estava andando. Ele teria se envolvido em uma briga no final de semana, segundo uma pessoa que dividia o aluguel com ele.

Conforme informações repassadas pela população à PM, dois homens em uma moto se aproximaram e efetuaram cerca de cinco tiros que atingiram a cabeça de Samuel, que caiu no chão agonizando e morreu no local.

De acordo com policiais, Samuel dividia aluguel com uma mulher há cerca de um mês e meio e, teria se envolvido no final de semana em uma briga em um bar. Ele teria chegado em casa com o celular quebrado, dizendo que uma mulher, que estava num bar, na rua Tangará, havia quebrado seu celular e ele disse que iria cobrar o dano. Samuel relatou também que um sujeito lhe devia quantia de R$450 na terça cobraria o celular para ele.

Samuel foi alvejado por um disparo de arma de fogo, há alguns meses em uma lanchonete, localizada na rua Tangará, juntamente com outras vítimas.

Ainda segundo a pessoa que dividia aluguel com Samuel, ela nunca presenciou nada e que tinha pouco conhecimento da vida pessoal do rapaz, mas que ele era muito reservado.

2ª e 3ª mortes – Dois homens foram executados na noite de quinta-feira (21/07) As vítimas foram mortas com requintes de crueldade. Os corpos foram encontrados em uma região de mata, próximo à Praça Céu, entre as Ruas Passo Fundo e Turmalinas.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando chegaram, os dois homens já estavam em óbito. Uma denúncia apontava que ouviram disparos de arma de fogo e acionaram a Polícia Militar.

As vítimas foram alvejadas na cabeça, tiveram várias perfurações de arma branca e receberam pedradas.

Um dos homens foi identificado como Josivaldo dos Santos, 21 anos, o outro é Weberson de Sá Rodrigues, de 17 anos.

Leia Também:  COMBATE AO CRIME ORGANIZADO: Volume de drogas apreendidas pelo Gefron este ano é 119% maior que em 2019

Uma faca usada para matar as vítimas foi encontrada próximo aos corpos.

4ª morte – Matheus Barbosa da Silva, 20 anos, foi executado, após bandidos invadirem a casa dele, em um suposto acerto de contas com o tráfico de drogas, na madrugada de (23/07), no Bairro Boa Esperança, em Sorriso.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, os bandidos renderam toda a família, que estava dormindo, quando foi surpreendida por três homens, dois deles armados. A vítima foi identificada pelo grupo e, na sequência, separada dos familiares e interrogada na sala.

Segundo testemunhas, os criminosos queriam coletar informações sobre alguns possíveis rivais do mundo do crime. “Quem são eles lá de cima? Você sabe que estamos atrás deles e que vamos matar. Você sabe de quem estamos falando”, relataram os familiares, sobre as perguntas dos assassinos.

Após ter sido coagido a responder às perguntas, o homem foi executado com vários disparos de arma de fogo e os criminosos fugiram.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer a vítima. Ela foi encaminhada para o Hospital Regional de Sorriso, mas não resistiu aos ferimentos em várias partes do corpo e morreu.

A família não soube informar qual a motivação do crime, mas confirmou que o rapaz tinha envolvimento com o tráfico de drogas e já tinha passagem criminal. 

5ª morte – Uma mulher, identificada como Maria Eduarda Barbosa da Silva, de 19 anos, foi executada com vários tiros na cabeça no final da manhã da segunda-feira (25/07), no cruzamento das ruas Iguaçu com Guaíba, no bairro Vila Bela, Zona Leste de Sorriso. Segundo as informações da PM, a execução foi praticada por dois homens.

Segundo as informações repassadas ao repórter Jonatha Kennedy, os assassinos estavam em uma moto, entraram na casa de Maria Eduarda, pegaram o celular dela e quando ela saiu de casa e foi para a rua, os elementos foram atrás da jovem e a executaram, com vários tiros de pistola calibre .40.

6ª morte –Douglas da Silva Costa, de 24 anos, foi morto a tiros na frente da casa dele, no Beco São Lucas, no Bairro Boa Esperança 2, por volta das 22:00h de quarta-feira (27/07). Dois homens em uma moto se aproximaram e um deles efetuou os disparos contra Douglas.

Quando os policiais chegaram no local, encontraram três munições de calibre 9mm, duas deflagradas e uma intacta. Segundo informações do pai de Douglas, seu filho estava na cozinha de sua casa quando recebeu uma ligação telefônica e saiu para a frente da casa, conversando ao telefone, cinco minutos depois ele ouviu cerca de cinco a seis tiros. Neste momento ele saiu correndo para ver o que tinha acontecido e deparou-se com Douglas já caído no chão. O pai verificou que é uma motocicleta aparentando ser uma Honda Fan ou semelhante, de cor preta, com dois ocupantes, deixava o local

Segundo o Major Inácio da PM, Douglas saiu há pouco tempo do presidio e tinha envolvimento com facções criminosas.

7ª morte – Freddy Henrique Ferreira Testa, de 21 anos, foi encontrado morto na cama da casa em que morava, no Bairro Rota do Sol, em Sorriso. Fred, como era conhecido, foi alvejado com diversos tiros que atingiram a região do tórax, braços e pernas.

Segundo a Polícia Civil, que confirmou a informação, no chão do quarto havia muitas cápsulas do calibre 9mm deflagradas. O material foi recolhido pela equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

De acordo com as primeiras informações, dois bandidos, em uma motocicleta, chegaram no local e efetuaram os disparos. Segundo uma testemunha, Fred morava no bairro São Francisco, estaria ficando na residência e no momento do ocorrido, a testemunha estava na casa de um amigo, na rua de cima, onde ouviu os disparos de arma de fogo e quando voltou à casa já encontrou Fred em óbito, não sabendo dizer quem poderia ter matado.

8ª e 9ª mortes – Welson Ribeiro Silva, o Kiko, de 27 anos, e Eli Anderson Monteiro de Souza Arantes, 23 anos, o Dj TK, patrão e funcionário foram mortos a tiros na noite deste sábado, na distribuidora de bebidas e bar que trabalhavam na Rua Santa Luzia com Pedro Alvares Cabral, no bairro Bell Valle que fica entre os bairros Carolina e São José, em Sorriso.

Segundo as informações colhidas no local, dois homens em uma moto se aproximaram das vítimas e alvejaram Dj TK primeiro, que caiu na calçada do bar, enquanto Kiko corria por trás do bar e saiu na rua, mas foi surpreendido pelo outro elemento que também atirou nele. São relatos de populares e da PM.

10ª morte 

Guilherme Cauã Almeida da Silva, de 19 anos, morreu após ser baleado no braço em frente a sua residência, na Perimetral Sudoeste (do Estádio), na noite de domingo (31/07) e sofreu uma parada cardiorrespiratória quando chegava no Hospital Regional.

Segundo a PM, eles foram acionados junto com os bombeiros para atenderem uma ocorrência onde uma pessoa tinha sido baleada, após ir atender a um chamado na frente da residência e, quando os policiais chegaram ao local se depararam com o Guilherme alvejado por um disparo de arma de fogo. Durante o atendimento da ocorrência foi sentido forte odor de drogas e em cima do sofá havia alguns envelopes para adicionar entorpecente e na bolsa da convivência de Guilherme foi localizada uma porção grande de substância análoga a maconha, três substâncias análoga a cocaína, um rolo de papel filme e mais invólucros para adicionar drogas.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão a suspeita pelo crime de tráfico de drogas.

Os policiais encontraram no local, oito capsulas de munição calibre 380.

11ª Morte

Leonardo Fabrício Pires dos Santos, 18, foi assassinado com cerca de 9 tiros, na porta da sua casa, no bairro Mário Raiter, em Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá), na noite de terça-feira (2). Ele estava na porta de casa com familiares, quando foi surpreendido por dois atiradores. Leonardo morreu na hora.

Leia Também:  Estudo aponta meio milhão de tuítes ofensivos à imprensa em três meses no Brasil

A Polícia foi acionada por volta das 22h30, assim que os disparos aconteceram na rua 12 de outubro. Quando a equipe chegou, já encontrou a vítima sem vida caído no meio da rua, fato que foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros.

Tios de Leonardo contaram que eles estavam na porta de casa, tomando cerveja, quando um Corolla branco chegou no local. Dois homens desceram e foram até a vítima já com armas em punhos. Em seguida, passaram a atirar várias vezes.

Leonardo tentou correr, mas caiu perto da esquina. Os bandidos se aproximaram e atiraram mais vezes contra ele.

Baleados

Um jovem, de 19 anos, foi baleado na tarde de quarta-feira (27/07) na Rua São Francisco de Assis, no momento em que estava trabalhando em uma oficina de motos.

Segundo informações da PM, o jovem foi surpreendido por um homem armado com uma arma calibre 32 que efetuou quatro tiros, dois atingiram a vítima, um na perna e outro na nádega.

Ainda segundo o sargento da PM Alexandre, o jovem não quis dizer qual o motivo da tentativa de homicídio e nem quem são os suspeitos.

O avô do jovem falou com o repórter Jonatha Kennedy e ressaltou que o neto mora com ele desde pequeno e que há pouco tempo ele contratou advogado para tirar o neto da cadeia, onde respondia por uma tentativa de homicídio.

O jovem foi socorrido pelos bombeiros e encaminhado ao Hospital Regional de Sorriso, onde não corre risco de morte.

Um menor, de 17 anos, foi baleado no final da tarde de terça-feira (26/07), no Bairro Vila Bela e quando foi socorrido, ele não quis prestar muitas informações do fato aos policias. Por volta das 17h30 a equipe da PM foi acionada pelos funcionários da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA).

 O relato era de que um jovem deu entrada na unidade baleado na barriga. Quando os policiais chegaram, tentaram conversar com a vítima, mas perceberam que ele estava escondendo a motivação do crime.

Segundo os médicos, ele foi deixado por um homem no local e depois ficou sozinho. A vítima apenas confirmou que foi socorrida por um veículo, não sabendo informar qual.

 Também disse que estava em uma motocicleta no momento do crime, mas que não sabe mais onde ela estava. Em rondas, a PM localizou a moto perto da UPA, com sinal de tiro no tanque. 

Denúncia anônima

Já no final da noite de terça-feira (26/07), uma denúncia anônima informou aos policiais que o que aconteceu na verdade foi um disparo de arma de fogo acidental, onde a vítima estava com outro individuo em uma mata, na rua Tapajós, no Bairro Vila Bela, quando viram uma viatura da PM se aproximando e na tentativa de saírem rapidamente, sem serem abordados pelos policiais, eles se atrapalharam e o garupa, o menor 17 anos, caiu da moto e acidentalmente disparou arma de fogo que estava com ele, atingindo sua barriga.

O seu comparsa foi quem socorreu o menor a UPA e a arma de fogo ficou com o comparsa.

Ainda segundo a denúncia, os dois chegaram no bairro encapuzados e possivelmente estariam com intuito de cometer homicídio.

A PM foi acionada por volta das 06h30 de sexta-feira (22/07) até o cruzamento da Avenida Los Angeles com a Rua Novo México, onde tinha uma mulher baleada no local. Quando os policiais chegaram nada foi localizado, mas em seguida foram informados que uma mulher, de 26 anos, que deu entrada na UPA, foi vítima de disparo de arma de fogo. 

Os policiais foram à UPA e encontraram a mulher identificada pelas iniciais K.A.D.F, com um tiro na cabeça, e consciente. Ela disse aos policiais que o fato ocorreu na avenida Rotary Club, próximo a um mercado e, que um homem em uma moto, vestindo calça jeans e casaco preto, se aproximou, pediu seu celular e dinheiro, depois deu um tiro nela e fugiu tomando rumo ignorado. 

A vítima relata ser usuária de entorpecente e que recentemente foi baleada em um bar na rua Tangará. Ela também disse que não é membro de nenhuma facção e não possui dívidas para o tráfico, acredita ter sido vítima de um assalto. 

Três homens foram baleados na manhã de sexta-feira (22/07), em uma residência na avenida Blumenau, após resistirem a uma abordagem da polícia militar, os PMs receberam denúncias que os suspeitos estariam envolvidos em vários crimes de homicídio que aconteceram na cidade.

Segundo o Major Inácio da PM, o veículo encontrado no local bate com as características repassadas à polícia do veículo utilizado em vários crimes e que os suspeitos faziam parte de uma facção criminosa.

Os baleados foram encaminhados ao Hospital Regional e um veio a falecer. Já os outros dois ficaram sob cuidados médicos.

Por volta das 17h30 de segunda-feira (18/07), a polícia militar foi acionada pela UPA onde um jovem, de 18 anos, deu entrada após ser alvejado por disparos de arma de fogo. Os policiais chegaram ao local e a equipe de saúde repassou que o jovem chegou com duas perfurações no membro inferior.

Os policiais foram falar com a vítima, que relatou ser traficante de drogas a mando de uma facção e que enquanto soltava pipa na Rua Passo Fundo, três indivíduos em um Gol G3, de cor prata, se aproximarem e realizaram vários disparos de arma de fogo, dois deles acertaram sua perna.

Prefeito diz que há uma força-tarefa para combater o crime

O prefeito Ari Lafim(PSDB) disse que há uma força-tarefa integrada, com a participação das polícias Militar, PRF – Polícia Rodoviária Federal e PJC – Policia Judiciária Civil a fim localizar os responsáveis pelos crimes na cidade e prendê-los, além oferecer maior segurança aos munícipes.  

 

TV Notícias – com informações de JK Notícias

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil apreende 74 quilos de pescado irregular na região de Barão de Melgaço

Publicados

em

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), deflagrou nesta sexta-feira (30.09) a Operação Espinhel Negro, na região de Barão de Melgaço, com objetivo de apurar situações de pesca predatória na região da baixada cuiabana.

A operação, que ocorreu de forma terrestre e fluvial em um pesqueiro da região, resultou na apreensão de mais de 74 quilos de pescado irregular, cinco armas de fogo, aproximadamente 1.000 munições, além de outros apetrechos. Dois homens foram presos em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e posse ilegal de arma de fogo.

Na ação, os policiais da Dema deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão em um rancho na Colônia Santa Izabel, às margens do Rio São Lourenço. O alvo investigado foi localizado em uma canoa do outro lado da margem, sendo flagrado no momento em que retirava o espinhel de dentro do rio.

Em buscas nos barracões do pesqueiro, os policiais encontraram diversas munições e uma carabina de propriedade do investigado. Dentro de um freezer, foram encontradas diversas espécies de pescado congelado, inclusive um peixe da espécie dourado. Na parte externa do barracão, foi apreendida uma caixa de isopor com pescado fora de medida, em um total de 137 peixes e 74,10 quilos.

Leia Também:  MP diz que Emanuel Pinheiro permitiu ‘fura fila’ da vacina pra atender filho, irmão e deputados

No veículo de um dos hóspedes, foram apreendidas armas de fogo, as quais ele alegou ser CAC e ter autorização de transportar, porém estava portando de forma irregular, uma vez que estava em lugar diverso do que poderia estar, sendo as armas entregues aos policiais.

Durante as buscas foram apreendidas cinco armas de fogo (uma pistola, uma carabina, duas espingardas e um revólver) e aproximadamente 1.000 munições sendo 556 calibre 22, 108 calibre 20, 111 calibre 38, 34 calibre 38 deflagradas, 94 munições 9 mm, quatro munições de festim, além de outros apetrechos como case para pistola e para revólver, sacola para munições, protetor de espingarda, luneta de mira laser, e carregadores de espingarda cinco armas de fogo.

Diante dos fatos, os suspeitos foram conduzidos à Dema, onde após serem interrogados, foram lavrados os respectivos flagrantes.

O nome da operação Espinhel Negro refere-se ao instrumento proibido para a pesca ainda muito utilizado na baixada Cuiabana. O apetrecho de pesca consiste numa corda e/ou arame comprido ao longo da qual são fixadas, de distância em distância, linhas munidas de anzóis.

Leia Também:  Universitária de engenharia é presa vendendo drogas em faculdade

“Além de proibido, é perigoso, pois, os pescadores em regra o colocam de uma margem a outra no rio, o que ainda pode causar acidentes fluviais, além do dano ambiental à fauna”, explicou o delegado responsável pela operação, Alexandre Vicente.

“R9News”

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA