CUIABÁ

Siga nossas redes

Brasil

Equipe foi levada para unidade para prestar depoimento por causa de briga generalizada após o fim da partida contra o Atlético-MG no Mineirão. Grades de proteção e bebedouro do estádio foram danificados.

Publicado em

ESPORTES

A delegação do Boca Juniors permanece na delegacia de Polícia Civil no bairro Alípio de Melo, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, na manhã desta quarta-feira (21), após a briga generalizada depois da partida contra o Atlético-MG, pela Copa Libertadores, no Mineirão, na noite de terça-feira (20).

Dois ônibus da delegação estão parados em frente à unidade policial, na Avenida João XXIII. O quarteirão foi interditado para garantir mais segurança à equipe.

O voo fretado do time de volta para a Argentina, que estava marcado para o fim do jogo, no início da madrugada, foi cancelado. Após prestar depoimento, a delegação vai voltar para o hotel e, só depois disso, o retorno ao país será definido.

O Boca Juniors foi desclassificado e, no caminho para o vestiário, jogadores do time argentino entraram em confronto com seguranças do Atlético-MG e do estádio. Uma briga generalizada começou nos acessos aos vestiários, e um dos argentinos chegou a arrancar um bebedouro para atacar atleticanos e arbitragem. Grades de proteção também foram danificadas.

A Polícia Militar (PM) utilizou spray de pimenta para dispersar jogadores e membros da comissão.

Oito integrantes da delegação do Boca Juniors foram identificados. Eles são acusados de agressão e dano ao patrimônio.

Parte do staff do Mineirão ainda deve comparecer ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito.

“G1”

Leia Também:  Aneel: bandeira tarifária de agosto se manterá vermelha

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Seleção masculina vence China e conquista ouro inédito no goalball

Publicados

em

Por Rafael Monteiro 

A seleção brasileira masculina de goalball conquistou, nesta sexta-feira (3), medalha de ouro inédita na Paralimpíada de Tóquio (Japão). Os brasileiros, bicampeões mundiais (2014 e 2018), golearam a China por 7 a 2 no Centro de Convenções Makuhari Messe, na cidade de Chiba. Na coleção de medalhas do Brasil, só faltava o ouro paralímpico. O país foi prata em Londres 2012 e bronze na Rio 2016.

No primeiro tempo, o Brasil conseguiu abrir dois gols de vantagem, o que foi importante para controlar a partida. Além disso, mostrou solidez na defesa. As bolas na rede aconteceram na segunda metade da primeira etapa, com Romário e Parazinho.

Na segunda etapa, os brasileiros conseguiram fazer o que queriam no início, o terceiro gol do confronto, com Leomon Moreno. Em seguida, a China diminuiu o marcador para 3 a 1, em cobrança de penalidade. Daí para frente os gols continuaram acontecendo, com os chineses marcando mais um e os brasileiros aumentando o marcador em finalizações de Leomon, duas vezes, e de Parazinho, que também fez mais dois. Final de jogo: Brasil 7, China 2.

Campanha

Na fase de grupos, a seleção brasileira obteve três vitórias e uma derrota. Além da goleada sobre a Lituânia na estreia (11 a 2), os brasileiros venceram a Argélia por 10 a 4 e o anfitrião Japão por 8 a 3. Já o revés aconteceu no duelo com os Estados Unidos, medalhista de prata na Rio 2016, por 8 a 6.

Nas quartas de final, os atuais bicampeões mundiais derrotaram a Turquia por 9 a 4, demonstrando força na competição. Já na semifinal os brasileiros encararam a Lituânia mais uma vez, e levaram a melhor: 9 a 5.

‘EBC’

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Nova frente fria deve chegar a Mato Grosso em meados de agosto e pode trazer chuva
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA