CUIABÁ

Siga nossas redes

Brasileira segue fazendo história e avança em torneio na Inglaterra

Bia Maia despacha britânica, vence a 12ª seguida e vai às quartas de final em Eastbourne

Publicado em

ESPORTES

Beatriz Haddad Maia se recusa a perder! A brasileira, número 29 do mundo, ampliou sua sequência vitoriosa e conquistou o 12º triunfo consecutivo. Nesta quarta-feira, a paulistana derrotou a britânica Jodie Burrage por 2 sets a 0, com contundentes 6/1 e 6/2, e garantiu vaga nas quartas de final do WTA 500 de Eastbourne, na Inglaterra.

“Não pensei duas vezes”, diz Mané em chegada ao Bayern de Munique

A partida teve 1h09 de duração na quadra central. Burrage, 169ª colocada no ranking, foi algoz da espanhola Paula Badosa, quarta do mundo.

Bia segue sua sequência vitoriosa, com títulos nos WTAs 250 de Nottingham, na Inglaterra, e Birmingham, no mesmo país. Ela tem a maior série no piso desde as 20 vitórias de Serena Williams, todas em Wimbledon, entre 2015 e 2018.

A rival da brasileira nas quartas de final será a ucraniana Lesia Tsurenko, 114ª colocada, que passou em três sets pela polonesa Magda Linette. O jogo deve ser disputado nesta quinta-feira.

O jogo

Confiante na grama, Bia Maia começou a partida com muita segurança no saque e pressionou a adversária com bolas devoluções e bolas cruzadas. Assim, firme, a brasileira viu a adversária cometer erros tentando aprofundar os golpes e conquistou quebras nos 4º e 6º games, firme no forehand e dominou.

Leia Também:  Vasco supera a Ponte Preta em sua primeira vitória na Série B

No segundo set, a brasileira abriu uma quebra cedo, perdeu chance de ampliar no quinto game, mas quebrou a seguir e fechou por 6/2.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Silverstone foi “demonstração perfeita” de progresso da F1, diz Brawn

Publicados

em

O Grande Prêmio do Reino Unido deu uma “demonstração perfeita” do que a Fórmula 1 pretendia alcançar com seus carros de 2022 e o quanto o esporte se tornou mais seguro, segundo o diretor-gerente da categoria, Ross Brawn.

O sistema de proteção de cabeça halo contribuiu para salvar a vida do piloto chinês Guanyu Zhou após um enorme acidente na primeira volta, ao mesmo tempo em que a corrida de domingo (3) em Silverstone teve disputas apertadas e ultrapassagens emocionantes.

Carlos Sainz, da Ferrari, obteve na corrida sua primeira vitória na Fórmula 1.

“O que me agradou foi a precisão que os pilotos puderam ter com os carros. Vimos inúmeras batalhas fascinantes que aconteceram por várias curvas, com várias mudanças de posição”, disse Brawn em uma coluna no site da F1. “Vimos que os pilotos conseguiram fazer várias filas com esses carros novos – e isso permitiu que dois, três ou até quatro carros andassem quase lado a lado. A qualidade também foi alta”, acrescentou.

Brawn, ex-chefe de equipe e diretor técnico, disse que os pilotos foram positivos sobre a mudança e a capacidade de seguir de perto os carros da frente sem turbulência.

Leia Também:  Além de tradição, pescado é opção econômica para a Semana Santa

Segundo ele, a corrida mostrou que o esporte e a FIA tomaram a direção certa com as mudanças nas regras aerodinâmicas introduzidas nesta temporada para tornar as corridas mais disputadas e mais emocionantes.

“EBC”

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA