CUIABÁ

Siga nossas redes

CIDADES

Homem, de 38 anos, estava com o mandado de prisão em expedido desde maio

Publicado em

CIDADES

Um crime que chocou a cidade de São José do Xingu (1.200 km a nordeste de Cuiabá) foi esclarecido pela Polícia Civil com o cumprimento do mandado de prisão do suspeito, o pai que abusava da própria filha desde os 10 anos de idade, chegando a engravidar e ter um filho com a menina.

O suspeito de 38 anos estava com o mandado de prisão expedido pela Justiça desde maio de 2021 e foi localizado pela Polícia Civil no município de Caçu (GO).

A gravidez da menina ocorreu no ano de 2019 porém só foi comunicada à Polícia em agosto de 2020 quando o bebê já havia nascido e já estava com sete meses de vida.

Ao ser ouvida, a menina disse que sentia muito medo de expor a situação e se sentia ameaçada, uma vez que o seu pai possuía uma arma de fogo em sua residência.

Na ocasião, os policiais realizaram diligências e localizaram a arma de fogo, um rifle 22, carregado com oito munições calibre 22, além de várias munições intactas armazenadas e embaladas, totalizando 571 munições. No dia seguinte a denúncia, o suspeito fugiu da cidade e não foi mais localizado.

A Polícia Civil instaurou inquérito, sendo representado pelo mandado de prisão preventiva do suspeito pelo crime de estupro de vulnerável, que foi deferido pela Justiça, porém desde então o investigado era considerado foragido.

Com informações do possível paradeiro do suspeito, nesta sexta-feira (20), os policiais de São José do Xingu conseguiram localizar o suspeito, na cidade de Caçu (GO), onde foi dado cumprimento ao mandado.

Segundo o delegado de São José do Xingu, Gustavo Espíndola de Souza, o crime causou grande comoção na cidade e região. “Graças ao trabalho incessante de toda equipe da Polícia Civil foi possível localizar e efetuar a prisão do suspeito de um crime tão grave”, disse do delegado.

“Mídia News”

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Sorriso: Homem denuncia vizinho por matar seu porquinho de estimação para fazer churrasco
Propaganda

CIDADES

Jovem vítima de paulada após brincadeira, morre em hospital

Publicados

em

Arão Leite

Um jovem que levou uma pancada na cabeça após uma suposta brincadeira mal interpretada acabou morrendo depois de pelo menos 20 dias internado. O Corpo de Júnior Martins foi encaminhado à Polícia Técnica ainda na quinta-feira onde passou por exames de necropsia e depois foi liberado para velório e sepultamento.

O caso chocou principalmente familiares e amigos. Júnior, segundo informações, era um jovem muito querido por todos e no dia do fato estava em confraternização na Gleba Cinco Mil, entre os municípios de Carlinda e Novo Mundo.

Na ocasião, houve uma brincadeira com uma jovem e o namorado dela, conforme testemunhas, não gostou, pegando um pedaço de madeira e acertando uma paulada na cabeça da vítima que foi socorrida já em estado grave e acabou dias depois não resistindo.

A Polícia Civil irá investigar o caso como homicídio.

Jornal da Cidade

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Homem diz que filha contou que mãe tinha outro: "Perdi a cabeça"
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA