CUIABÁ

Siga nossas redes

CIDADES

Governo de MT distribui 101 mil testes para detecção da Covid-19 aos 141 municípios

Publicado em

CIDADES


O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), irá distribuir 101.985 testes de detecção da Covid-19 aos 141 municípios de Mato Grosso. A ação tem o objetivo de ajudar na identificação dos casos de coronavírus, para atender os municípios de forma complementar às atividades de detecção e monitoramento dos casos de Covid-19 no Estado.

Serão encaminhados pela SES-MT aos municípios testes rápidos de Antígeno recebidos do Ministério da Saúde. O encaminhamento do exame inicia na tarde desta quinta-feira (20.01) na Superintendência de Assistência Farmacêutica.

Os 10 municípios mais populosos de Mato Grosso receberão os seguintes quantitativos: Cuiabá (15.151), Várzea Grande (7.059), Rondonópolis (5.788), Sinop (3.580), Cáceres (3.233), Tangará da Serra (2.592), Sorriso (2.274), Lucas do Rio Verde (1.657), Primavera do Leste (1.549) e Barra do Garças (1.509). Veja em anexo a relação que cada município do Estado irá receber.

“Essa é uma ação que vai subsidiar a testagem nos municípios e intensificar a detecção da Covid-19. Muitos municípios estão com poucos testes em suas Secretarias, portanto, essa remessa ajudará na identificação do vírus. É essencial detectarmos essa doença precocemente, e oferecer o acompanhamento médico desde a fase inicial e evitar a contaminação de mais pessoas por meio do isolamento do paciente com coronavírus”, pontua o secretário Estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Leia Também:  Auxílio Brasil: governo define calendário de exigências

O quantitativo de testes rápidos por pesquisa de antígeno que cada município irá receber depende do cálculo que considera o critério populacional e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) local. A quantidade que cada município irá receber pode ser conferida em anexo. O método para o cálculo pode ser acessado na página 2 da Resolução nº 07 da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

Até o momento, foram encaminhados para o enfrentamento da pandemia pelo Ministério da Saúde 501.490 teste antígeno e 265.525 teste rápido de punção. Nesse mesmo sentido, a SES já adquiriu o total de 350 mil testes por punção e 702 mil testes por antígeno.

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CUIABÁ

81 POLICIAIS PRESOS EM MT, ACUSADOS DE 24 EXECUÇÕES

Publicados

em

Por Yuri Ramires.

Policiais que atuavam no Batalhão de Operações Especiais (Bope), na Força Tática do 1º Comando Regional e na Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam) são investigados por forjar crimes para matar pessoas em Cuiabá e Várzea Grande. O objetivo era promover nomes dos policiais, além dos batalhões em que eles atuavam.

A informação foi confirmada pela Polícia Civil, que por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está cumprindo 81 prisões dos investigados em 24 mortes, além de tentativas de homicídios com 4 sobreviventes.

Operação tem o apoio ainda do Ministério Público Estadual (MPE). Sabe-se que, de acordo com a investigação, um colaborador chamava pessoas envolvidas em crimes, para cometer falsos roubos e furtos, sendo que, na verdade, o objetivo era matar os participantes.

Eles eram atraídos para locais ermos, onde os policiais já estavam. Lá, eles eram sumariamente executados, com o falso fundamento de confronto. “Há farto conteúdo probatório que contrapõe a tese de confronto apresentada pelos investigados”, diz a polícia.

Leia Também:  Empresário é preso por matar pai e filho com golpes de enxada e tiro de espingarda

O objetivo principal do grupo era ‘promover’ o nome dos policiais que estavam envolvidos na ação, bem como dos respectivos batalhões em que eles eram lotados. Reportagem do entrou em contato com a PM, que por meio da assessoria de imprensa informou que “assim que a operação for finalizada e todos os mandados forem cumpridos vai se pronunciar sobre o caso”.

Por fim, foi informado ainda que os detalhamentos dos fatos só serão apresentados no final das diligências e conclusão da investigação, que está sendo realizada pelos promotores de Justiça que atuam no Núcleo de Defesa da Vida.

“O Ministério Público e a Polícia Civil esclarecem que as ações investigadas foram praticadas por alguns membros da corporação que agem à margem e à revelia da lei. Enfatizam, no entanto, o relevante trabalho que a Polícia Militar realiza para a sociedade no combate à criminalidade e na proteção do cidadão. Simulacrum é a tradução em latim de simulacro (aquilo que tem aparência enganosa)”, informou a polícia.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA