CUIABÁ

Siga nossas redes

Campo Novo dos Parecis

Caminhoneiro encontrado morto e com rosto desfigurado é reconhecido pela família

Publicado em

CIDADES

Um caminhoneiro encontrado morto na manhã de segunda-feira (5), em Campo Novo do Parecis (a 391 km de Cuiabá), foi identificado como Jhonatan Alves de Souza. A família reconheceu o corpo por causa das tatuagens dele, já que estava com o rosto desfigurado. A Polícia Civil, no entanto, afirmou que um exame ainda será feito para confirmar a identidade da vítima e as investigações seguem em busca do autor do crime.

De acordo com informações da Polícia Civil, o corpo foi encontrado por volta das 6h, próximo ao Bairro Girassol em Campo Novo do Parecis. A vítima foi degolada e estava caída em uma estrada vicinal, próxima a uma plantação. Por estar com o rosto desfigurado e sem documentos, a vítima não foi identificada, a princípio.
 
No entanto, familiares da vítima informaram a Delegacia de Campo Novo do Parecis que o corpo seria de Jhonatan Alves de Souza. Eles fizeram reconhecimento por meio de tatuagens, porém, para confirmação legal da identidade da vítima, como o rosto estava desfigurado, o delegado Honório Gonçalves Neto solicitou à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) a realização de exame necropapiloscópico (que identifica as impressões digitais).
 
Conforme apurado pela polícia, a vítima trabalhava como caminhoneiro e na sexta-feira (2) teria pegado o veículo para fazer um carregamento para uma empresa do município, mas não deu notícias. Ele apareceu já no domingo para fazer o carregamento e depois levar a carga a uma empresa de beneficiamento de produtos derivados de milho.

Segundo informações a vítima estava na companhia de uma pessoa e depois se deslocou para a cidade, a fim de descarregar o caminhão. Contudo, o caminhoneiro não apareceu na empresa onde deveria fazer o descarregamento. O patrão dele localizou o caminhão e notou a falta de diversos itens, mas o motorista não se encontrava no veículo. De acordo com a PJC a investigação segue para identificação do autor do crime e da motivação.

Fonte: Olhar Direto

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Estudante do IFMT que estava desaparecido é encontrado em São Paulo
Propaganda

CIDADES

AMM recomenda prudência aos prefeitos em eventos no fim do ano e no Carnaval

Publicados

em


A Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM enviou comunicado aos prefeitos recomendando que não  promovam  eventos que envolvam  aglomeração  de  pessoas,  principalmente  nas  festividades de fim de ano e no Carnaval de 2022. O alerta é fundamentado em recomendações da Organização Mundial de Saúde – OMS, de autoridades da área de saúde pública nacional, além de registros oficiais de aumentos de casos confirmados de covid-19 no Brasil.

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, disse que o momento é de prudência para evitar o descontrole das contaminações pelo novo coronavírus, que vitimou fatalmente mais de 600 mil pessoas no país, das quais mais de 13 mil eram de Mato Grosso. “Estamos acompanhando o aumento de casos na Europa, na Ásia e sabemos que o vírus não respeita fronteiras. Neste período de incerteza os gestores públicos têm que ser bastante cautelosos para adotar medidas que garantam a proteção da população e a eficiência do sistema público de saúde”, assinalou.

Boletim  Observatório  Covid-19 da Fiocruz,  publicado  este mês, adverte que a  atual  “nova  onda”  de coronavírus, em decorrência do surgimento de variantes na Europa, deve servir como alerta ao Brasil, que tem pouco mais de  60%  da  sua população  totalmente  vacinada.

No comunicado aos prefeitos, a AMM reforça que “a Gestão Municipal tem como seu norteador a promoção ao bem estar  da  população  do  município,  devendo  dessa  forma  resguardar até a última instância o maior bem que um ser humano pode ter: a vida”.

A Associação observa, ainda, que é extremamente necessário que os gestores e  técnicos  municipais  estejam  sempre  atualizados  e  trabalhando em  consonância,  seguindo  as  orientações  não  só  governamentais como  da  OMS,  para  melhor  orientar  a  prevenção  e  cuidado  da população,  diante  da covid-19, uma  vez  que  a capacidade  de  propagação  da  doença  é  considerada  rápida,  o  que exige  maior  atenção  para  a  notificação,  confirmação  e  a intervenção oportuna dos casos.

Dede o início da pandemia, no começo do ano passado, a AMM vem orientando os gestores sobre medidas restritivas, de biossegurança, prestação de contas sobre a aplicação dos recursos recebidos, além de realizar várias reuniões por videoconferência para orientar os gestores sobre temas relacionados ao enfrentamento da emergência em saúde.

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Bandidos rendem filha e invadem casa de delegada em MT
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA