Netos são detidos depois de matar avô com golpes de facão e disparo de arma de fogo em Cáceres
Abate de bovinos e suínos cresce no segundo trimestre no país
Avião cai em Guarantã do Norte, empresário e filho morrem - veja vídeo
Peixes morrem no rio Carapá em Colíder
Publicado em 02/02/2019
Quadrilha de Cáceres e Pontes e Lacerda que cometia crimes na fronteira é desarticulada pela Policia Civil
Ação resultou na prisão de 12 suspeitos, as investigações começaram há cerca de oito meses
Geral
Quadrilha de Cáceres e Pontes e Lacerda que cometia crimes na fronteira é desarticulada pela Policia Civil

Da redação 

Mais três integrantes da organização criminosa que vinha praticando crimes de roubos à residência e veículos na cidade São José dos Quatro Marcos (315 km  a Oeste) e outras localidades tiveram mandados de prisão cumpridos pela  Polícia Civil, na Operação Sertão, em decorrência de investigações iniciadas há oito meses.  

Já são mais de 12 criminosos presos ao longo da operação. Nesta semana, nos dias 25, 28 e 29 - os suspeitos W.C.B., 32 anos, C.B.S., 29 anos, e S.M.A. 36 anos, tiveram mandados de prisão  preventiva cumpridos em Cáceres e Pontes e Lacerda.

As investigações começaram há cerca de oito meses, quando eles tentaram assaltar a casa de uma advogada na cidade.

Cinco suspeitos tentaram roubar a caminhonete da vítima, porém os policiais civis conseguiram evitar o roubo e prenderam S.F.S., 29 anos, em flagrante, no momento em que ele tentava arrombar a porta da casa da advogada, em posse de uma arma de fogo.

“Graças a uma ágil atuação do Núcleo de Investigações da unidade policial, o crime não foi levado a cabo”, disse o delegado Henrique Trevisan.

A equipe de investigação da delegacia continuou os trabalhos e conseguiu identificar os outros participantes, W.C.B. o mentor da quadrilha.

Todos os suspeitos envolvidos no roubo já haviam sido presos em flagrante por vários crimes praticados na cidade, em decorrência das investigações da operação.

A investigação resultou também na elucidação de crimes praticados em outras cidades da região, sendo eles, porte ilegal de arma de uso permitido e restrito, tráfico e associação ao tráfico de entorpecentes, receptação, totalizando quatro flagrantes.

A investigação esclareceu ainda o roubo de uma caminhonete Hilux e um Jeep Compass, ocorrido em Tangará da Serra, com a prisão de parte dos integrantes que atuavam naquela região. 

Durante as investigações, ficou comprovado que os suspeitos faziam parte de uma organização criminosa, cujos mentores estavam presos na Cadeia Pública de Cáceres.

“É importante ressaltar a integração das forças policiais, Polícia Civil e Militar, além do Sistema Prisional, Ministério Público e Poder Judiciário local e de toda região, para o andamento das investigações e resolução dos crimes pertinentes a Operação Sertão, ressaltou o titular da Delegacia de São José dos Quatro Marcos, delegado Henrique Trevisan.

O inquérito policial dessa fase da investigação foi concluído nesta sexta-feira e encaminhado à Justiça.

Irã dá primeiros passos para permitir que mulheres frequentem estádios
Guaidó anuncia que mecanismo de diálogo com Maduro 'se esgotou'
Netos são detidos depois de matar avô com golpes de facão e disparo de arma de fogo em Cáceres
Caixa tem horário estendido hoje e amanhã para saque do FGTS
Notícias com enfoque no Estado de Mato Grosso
Todos os direitos reservados ao Grupo Joel Teixeira