Caixa tem horário estendido hoje e amanhã para saque do FGTS
Guaidó anuncia que mecanismo de diálogo com Maduro 'se esgotou'
Supermercados Machado de Colíder, repassam mais de R$ 5 mil à Apae e Lar dos Vicentinos
Avião cai em Guarantã do Norte, empresário e filho morrem - veja vídeo
Publicado em 12/04/2019
Prédios desabam no Rio de Janeiro e duas pessoas morrem
Brasil
Prédios desabam no Rio de Janeiro e duas pessoas morrem

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dois prédios residenciais desabaram no início da manhã desta sexta-feira (12), no Rio de Janeiro. Segundo o Corpo de Bombeiros, ao menos duas pessoas morreram e outras 15 estão desaparecidas sob os escombros.

Os bombeiros também informaram que conseguiram resgatar duas pessoas com vida do local. Um terceiro sobrevivente foi retirado dos escombros pelos próprios moradores antes da chegada das equipes de resgate.

A vítima foi levada sobre uma porta por moradores até uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que estava a seis quadras do local do acidente. Os feridos estão sendo levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Não foi divulgado o estado de saúde dos sobreviventes.

Os prédios caíram na comunidade da Muzema, por volta das 6h30. Os bombeiros foram alertados da ocorrência às 6h48. Os efetivos de três quartéis (Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Alto da Boa Vista) foram deslocados para o local.

A região é de difícil acesso, está sob o domínio de milícias e foi bastante castigada pelo temporal desta semana que alagou ruas, avenidas e casas e matou dez pessoas em várias partes da capital fluminense.

Os bombeiros chegaram ao local por volta das 7h20 e começaram os trabalhos de resgate. Os moradores também disseram que ouviram um grande estalo antes de as construções desabarem.

Segundo os primeiros relatos dos sobreviventes, os edifícios tinham quatro e seis andares e ainda estavam em obras. Ao menos quatro famílias viviam nas construções.

O prefeito Marcelo Crivella (PRB) está no local para acompanhar os trabalhos de resgate. A prefeitura informou que os prédios que caíram eram irregulares.

O governador Wilson Witzel (PSC) lamentou o acidente. "Infelizmente, já há mortos e feridos vítimas do desabamento da Muzema. Situação lamentável, que acompanho com atenção. Nossos bombeiros, como sempre, fazendo seu melhor", escreveu no Twitter.

A Defesa Civil isolou a área do acidente porque, segundo os moradores, nos prédios vizinhos aos que caíram também foram registrados grandes estalos.

Netos são detidos depois de matar avô com golpes de facão e disparo de arma de fogo em Cáceres
Ataques na Arábia Saudita provocam alta nos preços do petróleo
Guaidó anuncia que mecanismo de diálogo com Maduro 'se esgotou'
Abate de bovinos e suínos cresce no segundo trimestre no país
Notícias com enfoque no Estado de Mato Grosso
Todos os direitos reservados ao Grupo Joel Teixeira