Pavor se espalha via WhatsApp e amplifica crise de segurança no Ceará
Colíder está um caos, mas o povo só se manifesta por shows e comida de graça
Decreto prioriza Saúde, combustível, comida de policias e presos
Sorriso: Mulher discute com companheiro, pede para os filhos saírem e coloca fogo em quitinete
Publicado em 09/01/2019
No Governo Taques funcionário que servia cafezinho recebia R$ 13 mil
Mauro Mendes determinou auditoria severa na Folha Salarial dos Servidores do Estado.
Geral
No Governo Taques funcionário que servia cafezinho recebia R$ 13 mil

O governador Mauro Mendes (DEM) já está adotando providencias em relação altos salários de servidores públicos do Estado. Isso porque encontrou motorista recebendo R$ 15 mil e auxiliar de serviços gerais com vencimentos de R$ 13 mil.

“Encontrei um funcionário público que é motorista da Empaer, ganhando R$ 15 mil. Encontramos lá pessoas que fazem serviços gerais, servindo cafezinho, ganhando R$ 13 mil. Um técnico de nível médio ganhando R$ 17 mil”, declarou Mauro, em entrevista à Rádio Centro América FM, na manhã desta terça (8).

Segundo Mauro, os salários não são condizentes com as funções. Isso porque um técnico de nível médio recebe R$ 3 mil na iniciativa privada enquanto um de serviços gerais no Governo do Estado recebe R$ 13 mil.

Diante da situação, Mauro determinou que a Controladoria Geral do Estado (CGE), chefiada por Emerson Hideki Hayashida, realize auditoria na folha deixada pelo ex-governador Pedro Taques (PSDB).

O governo divulgou que um grupo de 1.076 servidores está recebendo R$ 48 milhões. Os vencimentos individuais são acima de R$ 30 mil. Na lista estariam 25 deles com mais de R$ 125 mil e um que teria recebido de subsídio R$ 162 mil.

Além da folha de pagamento dos funcionários da ativa, a auditoria também será ampliada para a folha dos inativos e pensionistas. O procedimento, conforme o Estado, não irá atrapalhar o pagamento do salário dos servidores, que receberão as remunerações de acordo com o calendário de escalonamento.

“Se o servidor tem direito, tudo bem. Mas deveria ser pago de forma parcelada, para não onerar tanto, não pesar tanto a folha do mês e ficar sem dinheiro pra pagar todo mundo”, concluiu o democrata.

Fonte: RD News

Veja vídeo - Filho legítimo do cantor Marciano, não reconhecido por ele, diz que perdoa e pede perdão ao pai falecido na madrugada desta sexta-feira
Policial Militar é condenado a 24 anos de prisão por morte a pauladas de jovem de 16 anos
Morre o cantor Marciano, lenda do sertanejo
Pavor se espalha via WhatsApp e amplifica crise de segurança no Ceará
Notícias com enfoque no Estado de Mato Grosso
Todos os direitos reservados ao Grupo Joel Teixeira