CUIABÁ

Siga nossas redes

MULHER

Já ouviu falar na biossegurança na maquiagem? Entenda

Publicado em

MULHER


source
A dermatologista Renata Rodrigues alerta para os riscos de infecção causados  por maquiagens contaminadas
Pinterest

A dermatologista Renata Rodrigues alerta para os riscos de infecção causados por maquiagens contaminadas

Durante esses dois anos de pandemia, os cuidados com ambientes e utensílios bem esterilizados se tornaram uma rotina, devido  às orientações sanitárias contra a Covid 19. Com tudo, ela não é a única doença que pode ser transmitida por causa da falta de higienização em clínicas e salões. A biossegurança na maquigem ajuda a evitar esses problemas.

A maquiagem pode ser transmissora de doenças por meio dos próprios produtos ou dos utensílios que o maquiador usa, que podem não estar sendo limpos com frequência ou simplesmente sendo usados em diversas clientes sem esterilização.

A dermatologista Renata Rodrigues explica  que todo o nosso rosto é suscetível  a transmitir infecções, sendo assim de extrema importância limpar os materiais de maquiagem corretamente, para evitar qualquer tipo de contaminação.  

“Toda a pele do rosto está suscetível à infecções, porém as mucosas oculares e da boca são mais propícias a esses quadros. Os materiais utilizados em maquiagem devem ser muito bem esterilizados para evitar a contaminação da pele com microorganismos como bactérias, fungos e até vírus, podendo causar doenças locais ou até sistêmicas e graves”, enfatiza a dermatologista.

Leia Também:  Por que as pessoas mentem?

Entre as enfermidades que podem ser transmitidas estão desde doenças de pele localizadas como acne, foliculite até doenças mais sérias como piodermites, micoses e alguns quadros virais, como herpes.

Um caso famoso de contaminação via maquiagem ocorreu em 2019. A australiana Jo Gilchrist, de 27 anos, que contrariu uma infecção grave após usar o pincel de maquiagem de uma amiga. A infecção pela bactéria Estafilococos aureus a deixou de paraplégica por um ano. 

Leia Também

Jo Gilchrist de 27  anos ficou paraplegia após infecção através de pincel de maquiagem
Reprodução/ Arquivo pessoal

Jo Gilchrist de 27 anos ficou paraplegia após infecção através de pincel de maquiagem

A maquiadora e empresária Mariana Olivo, ensina a seguir os procedimentos corretos de higienização dos utensílios de maquiagem e de prevenção de contaminação. 

Leia Também

“A premissa básica é não se pode compartilhar pincéis e produtos entre as clientes sem que haja a higienização correta entre eles. Pincéis de maquiagem são usados somente em uma cliente. Omaquiador que vai atender, por exemplo, 8 clientes no dia, deve ter um kit para cada cliente. Ao final do dia ele lava e esteriliza com produto específico estes pincéis e os mesmos voltam a compor novos kits para o próximo dia de atendimento”, orienta.

Leia Também:  Laqueadura aos 25: "Nunca me passou pela cabeça ser mãe"

Ela frisa que os aplicadores não devem entrar em contato diretamente com a pele do cliente e o produto, como batons e lápis de olho, sendo necessários o uso de uma placa de metal para utiliza-los.

“Os aplicadores de máscara de cílios, batons, lápis de olhos e delineadores não podem ser compartilhados. Para aplicar tais produtos o maquiador deve usar pincel descartável ou esterilizável e colocar o produto a ser usado em uma plaquinha.Após o pincel ser usado na cliente, o mesmo não pode voltar a encostar no frasco do produto. Por isso se separa parte do produto a ser usado em uma placa de metal esterilizável”, explica.

Mariana ainda adverte  que os procedimentos são uma exigência da norma sanitária e que é importante que os maquiadores busquem conhecer para manter a própria segurança e a dos clientes. 

“Isso é uma norma que a vigilância sanitária deve estar fiscalizando constantemente, logo, quem não segue, será impedido de trabalhar com público. Cada profissional deve estudar e fazer um bom curso na área para aprender todos os métodos de segurança”, afirma.

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MULHER

Você sabe perdoar? Saiba o que fazer para conseguir

Publicados

em


source
Você sabe perdoar? Saiba o que fazer para conseguir
Michele Sensitiva

Você sabe perdoar? Saiba o que fazer para conseguir

Muitas pessoas possuem grande dificuldade em perdoar , em entender o que se passou, o que levou a agir como agiu em detrimento e como é que isso tudo teve um resultado doloroso, muitas vezes quase que insuperável. Seguir em frente é muito difícil e se estamos neste plano terreno para evoluir, superar profundas mágoas , é sim um aprendizado real e desafiador.

JÁ CONFERIU O HORÓSCOPO DO DIA HOJE? VENHA VER A MENSAGEM DOS ASTROS PARA VOCÊ

Sempre pensamos no perdão quando temos internamente a dificuldade em perdoar alguém, superar, resolver, sublimar… Mas, já pensou em como é a posição de quem sabe que errou e que depende do perdão desse perdão?

O perdão sempre mexe com sentimentos, pensamentos, emoções muito sombrias e é preciso ser muito espiritualizado, conectado com o lado da fé e da bendita boa sorte, para transpor e seguir com a caminhada.

Dependendo da evolução de cada ser, receber o perdão pode representar muito ou muito pouco. Muitas pessoas que repetidas vezes cometem os mesmos erros são perdoadas e persistem –  mesmo de forma involuntária. Estas vão necessitar descobrir o autoperdão , que por muitas vezes, o erro cometido nem é contra terceiros, mas sim contra si mesmo por sabotagem.

Leia Também:  "Falaram tanto do meu corpo que tive anorexia", diz Mariana Goldfarb

Aprenda todos os dias a olhar para o próximo, mesmo que não seja tão íntimo, com o verdadeiro amor humano, aquele que não julga. O amor compreende a limitação, não fará com que a fraqueza do semelhante seja um chão para passos duros. Para quem espera o perdão, também é um processo do verdadeiro amor humano, pois aquele que abraça o auto perdão e a compaixão pela força que aquele semelhante precisa  adquirir para se reorganizar internamente, requer também saber esperar o tempo do outro.

Ser perdoado, é um caminho de muitas pedras, um caminho solitário sem a menor autonomia, uma situação de angústia passiva que somente muita humildade e paciência pode alinhar e deixar que tudo se reorganize, mesmo que com arestas. Uma boa conversa interna sempre ajuda quem errou a entender suas motivações negativas, ou seja, perceber o que levou aos atos que criaram a situação a ser superada.

Leia Também

Cada passo que damos vamos em frente, com nenhuma certeza. Mas, se nele estivermos motivados a ser um pouco melhores a cada dia, tudo clareia, se melhora e fica mais fácil viver. Deixe ir, deixe ficar, com fé na bendita boa sorte, sempre acaba ficando tudo bem.

Leia Também:  United Health vende Amil e sai do país; entenda a decisão

Quer saber mais sobre as energias que nos esperam em 2022? Confira as Previsões 2022 e dicas de simpatias para começar o ano novo com o pé direito para uma nova fase em um novo ciclo.

Texto: Michele Sensitiva, taróloga, trabalha também com a Mesa Radiônica e a Astrologia. Além disso, também lê borra de café, baralho de naipes, Baralho Cigano e Dadomancia. 

Site: www.michelesensitiva.com 

LEIA TAMBÉM

Fonte: IG Mulher

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA