CUIABÁ

Siga nossas redes

MATO GROSSO

Revista “Homens do Mato” da PM será destaque em seminário do Ministério da Justiça e Segurança Pública

Publicado em

MATO GROSSO


O tenente Anderson Przybyszewski Silva da Polícia Militar de Mato Grosso participa, nesta semana, do 1º Seminário Internacional de Editores e Pesquisadores na Área de Segurança Pública, promovido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), em Brasília. No evento, a PMMT apresentará a sua revista científica “Homens do Mato”, uma das pioneiras no país sobre ciências policiais.

O periódico da Polícia Militar de Mato Grosso é um dos oito periódicos do país que atendem aos requisitos de cientificidade do Portal do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP). Tenente Silva conta que o seminário promove um intercâmbio institucional entre os pesquisadores sobre conhecimentos de práticas nacionais e internacionais para o desenvolvimento e gestão de pesquisa científica voltadas à segurança pública e ciência policiais no Brasil.  

A revista ‘Homens do Mato’ da PMMT é um periódico científico da instituição, criado no ano de 2005, que passou a circular digitalmente em 2014. O veículo de comunicação divulga todo conhecimento científico voltado à Segurança Pública. Para que o artigo conquiste um espaço na revista é necessário atender determinadas exigências técnicas como coerência metodológica, conceitual, obediência aos critérios de ética, ineditismo, dentre outros requisitos.  

Leia Também:  Bancos, empresários, políticos e STF saem em defesa da democracia às vésperas do 7 de Setembro

O periódico científico da Polícia Militar de Mato Grosso pode ser considerado pioneiro na valorização da produção de conhecimento científico sobre as atividades da Segurança Pública, demonstrando que a Instituição sempre valorizou a construção do saber policial, pois somente em 2020 o Ministério da Educação passou a reconhecer as Ciências Policiais como área do saber. 

Coordenadora do Centro de Desenvolvimento e Pesquisa da PMMT e editora da revista ‘Homens do Mato’, tenente coronel Fernanda Leonel Machado explica que o seminário contribui com os saberes para aprimorar ainda mais o papel social e científico na produção de conteúdo específicos sobre a Polícia Militar.  

“Haverá um momento neste evento destinado específicamente a  capacitação e intercâmbio entre as revistas científicas de segurança pública que compõem o portal da revista do SUSP. Eventos desta magnitude são preponderantes para aprimorar os saberes necessários para o dia a dia do papel de editor de seção da Revista Homens do Mato e na contribuição para aprimorar ainda mais os nossos serviços a sociedade”, explica a militar. 

Leia Também:  Saindo de MT, motorista é preso com carga de 870 kg de cocaína no Pará

O seminário segue até sexta-feira (26.11) em formato híbrido, ou seja, presencial em Brasília (DF) e ao mesmo tempo com transmissão on-line. Acesse a revista da PMMT por meio do endereço eletrônico  http://revistacientifica.pm.mt.gov.br

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Banda de Cáceres ‘O Mormaço Severino’ lança álbum com músicas autorais

Publicados

em


A banda de Cáceres “O Mormaço Severino” lança, nesta sexta-feira (03.12), o álbum de estreia “Cânticos das Ruas Estreitas’, que reúne oito músicas autorais. Produzido com recursos do Edital MT Nascentes, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), o projeto apresenta o repertório de mais de dez anos do grupo.

“Elas expressam, de forma poética, vivências no entorno do Rio Paraguai, nas periferias e ruas estreitas, que compõem o cenário da cidade histórica, turística e universitária”, destaca o compositor da banda, Rauni Vilasboas.

A banda é formada por Jheine Lima (voz/backing vocals), Rauni Valentim Vilasboas (guitarras/backing vocals/letras), Diego Vicente (teclados), Ronaldo Gonçalves (baixo), Luis Guilherme (bateria) e Welington Fernandes (percussão). Gravado em Cuiabá, o álbum ‘Cânticos das Ruas Estreitas’ foi selecionado no MT Nascentes, que integra os editais viabilizados pela Lei Aldir Blanc.

“Musicalmente, ‘O Mormaço Severino’ se aproxima dos gêneros indie, folk, rock e pop alternativo, psicodelia com regionalismos em canções experimentais. As composições expressam dores, angústias, amores, vícios, sentimentos de êxtase do fim de um dia de trabalho, o gosto da rua, a solidão”, descreve a cantora Jheine Lima.

Leia Também:  Governo avança na instalação da Zona de Processamento de Exportação de Cáceres com licitação

‘O Mormaço Severino’ é um conceito poético inspirado na cidade de Cáceres. Mormaço remete ao calor que gera incômodo, sofrimento, inquietude. Já Severino propõe pensar em um brasileiro comum, a algo quente, severo. Defendendo a música autoral e independente, a formação atual da banda existe desde 2006, nascendo dos movimentos culturais das periferias de Cáceres e da amizade entre os artistas.

A banda está presente nas redes sociais, e, para quem quiser conhecer um pouco mais do trabalho dos artistas, acesse Instagram, Facebook  e Youtube. (Com informações da assessoria)

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA