País tem mais de 120 concursos abertos para preencher quase 5 mil vagas; veja lista
2ª Turma nega recurso da PGR e mantém suspeição de Moro em caso do Banestado
Prazo para contestar auxílio emergencial negado termina hoje
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em fevereiro
Publicado em 02/04/2021
“Legado italiano”, filme que conta a história da imigração italiana no Brasil, já está disponível no catálogo da Netflix.
Lançado em 2020, documentário retrata heranças da imigração no Brasil
Arte e Cultura
“Legado italiano”, filme que conta a história da imigração italiana no Brasil, já está disponível no catálogo da Netflix.

O comovente filme que revisita os 145 anos da chegada dos italianos à Serra Gaúcha teve estreia nos cinemas do Brasil em novembro do ano passado, mas foi prejudicado por conta das restrições devido a covid-19.

As filmagens de “Legado italiano” se passam no Norte da Itália, de onde veio boa parte deles, e na Serra Gaúcha.

Dirigido por Marcia Monteiro, o filme “Legado italiano” é uma coprodução da Camisa Listrada com a Globo Filmes, a Globo News e a Celeiro Produções.

Sobre o “Legado Italiano”, agora disponível na Netflix

Em 84 minutos, descendentes de imigrantes e especialistas em diferentes áreas contribuem com relatos carregados de emoção a respeito daquele que é considerado um dos maiores fluxos migratórios da história, ocorrido no final do século 19.

Ao todo, a equipe visitou 20 cidades no Brasil e na Itália para entrevistar 94 pessoas.

“Durante a minha pesquisa para o filme, percebi que, para sobreviverem e progredirem, os imigrantes tiveram que contar uns com os outros, e o filme também foi realizado na base do mutirão, através da contribuição de várias pessoas e entidades e empresas que acreditaram nessa história”, conta Marcia Monteiro.

No Rio Grande do Sul, as gravações ocorreram na Serra e no Vale do Caí, nas cidades de Bento Gonçalves, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Monte Belo do Sul, Nova Pádua, Pinto Bandeira, Vila Flores e São Sebastião do Caí.

Cada uma evidencia um dos temas desenvolvidos no filme. Já na Itália, Marcia visitou as regiões do Trentino e do Vêneto, de onde saiu o maior número de imigrantes para o Brasil, e Gênova, de onde partiam os navios a vapor com destino à América.

“São quatro anos dedicados a esse projeto que agora vai chegar ao público. Estudando, conhecendo pessoas e histórias, trago comigo um fator que me marcou muito: constatei que a solidariedade entre os que chegavam da Itália foi fundamental. Mesmo vindo de lugares diferentes, falando dialetos diferentes, quando a sobrevivência dependia da união de todos, surge o que considero a grande força dessa região e dessa história: o mutirão”, finaliza Marcia.

Assista ao trailer 

CNH, cadeirinha, farol: veja mudanças na lei de trânsito que começam a valer nesta segunda
País tem mais de 120 concursos abertos para preencher quase 5 mil vagas; veja lista
Polícia Federal deflagra Operação Checker para combater fraudes no Auxílio Emergencial.
2ª Turma nega recurso da PGR e mantém suspeição de Moro em caso do Banestado
Notícias com enfoque no Estado de Mato Grosso
Todos os direitos reservados ao Grupo Joel Teixeira