Ministro do STF vê confissão de culpa em pedido de Flávio Bolsonaro
Pavor se espalha via WhatsApp e amplifica crise de segurança no Ceará
Sorriso: Mulher discute com companheiro, pede para os filhos saírem e coloca fogo em quitinete
Vendaval em Marcelândia na madrugada de hoje, destelha casas, derruba barracão e deixa mais de R$ 400 mil de prejuízos
Publicado em 18/12/2018
Jovem suspeito de esconder caminhonetes usadas em invasão de terra é morto a estocadas, antes de passar por audiência de custódia
Policia
Jovem suspeito de esconder caminhonetes usadas em invasão de terra é morto a estocadas, antes de passar por audiência de custódia

Por Joel Teixeira 

O jovem Pablo Henrique Seibert Klesklailo, 29 anos foi preso em Nova Ubiratã, cerca de 86 km de  Sorriso, suspeito de envolvimento  em invasão a uma fazenda. A Força Tática da PM teria tido informações de que ele havia contratado um guincho para levar uma caminhonete L200 Triton branca para Sinop, veículo usado pelos suspeitos para invadir a propriedade rural. Quando os PMS  localizaram Pablo, foram até um estabelecimento comercial dele e viram outra caminhonete , uma Nissan Frontier cor cinza, escondida aos fundos do comércio. Ao vistoriar o veículo, os policiais encontraram  capas de arma longa, coturnos, utensílios para acampamentos e fardas do Exército Brasileiro.

O policiais questionaram Pablo sobre os veículos e objetos  achados sob  guarda supostamente dele, o jovem disse que tudo pertencia ao soldado do 11º Batalhão de Polícia Militar de Sinop, Fábio Fonseca Françoso  que está foragido e a um outro suspeito, Paulo Sérgio Scartezini. O jovem foi preso e conduzido para o presídio Ferrugem em Sinop, onde aguardava a audiência de custódia.

O assassinato cruel

Enquanto aguardava audiência de custódia, na segunda-feira (17) Pablo foi brutalmente assassinado por diversas estocadas de arma artesanal, típica de presídios, conhecida como “chucho”. O corpo do jovem teria sido encontrado no chão da sela com dezenas de estocadas, por uma equipe de contenção do Ferrugem por volta das 18h30.

A nossa redação teve acesso às imagens do corpo de Pablo, nota-se o requinte de crueldade usado para mata-lo, ele teve as mãos amarradas e haviam ferimentos por todas partes. Até um “chucho” ficou cravado no abdômen dele.

Politec ( Perícia Oficial de Identificação Técnica ) e Polícia Judiciária Civil, passaram a investigar o crime.

Nas redes sociais, amigos de Pablo, lamentam a morte dele, muitos o citam como trabalhador e vencedor. Em um relato publicado pelo jovem no Facebook em 14 de Junho de 2016, ele cita que passou fome quando chegou à Nova Ubiratã e com muito trabalho como mecânico, conseguiu  sair da crise financeira  em que estava e teria uma vida confortável  na cidade.

 

 

 

Morre o cantor Marciano, lenda do sertanejo
A dieta perfeita para salvar o planeta e a saúde do ser humano
Vídeo flagra acidente entre Hilux e duas carretas em rodovia de Mato Grosso; veja
Policial Militar é condenado a 24 anos de prisão por morte a pauladas de jovem de 16 anos
Notícias com enfoque no Estado de Mato Grosso
Todos os direitos reservados ao Grupo Joel Teixeira