Rio reabre hoje bares, restaurantes e comércio não essencial
País tem mais de 120 concursos abertos para preencher quase 5 mil vagas; veja lista
Em fase crítica de pandemia, prefeito de Cafelândia-PR, oferece books fotográficos para gestantes
Prazo para contestar auxílio emergencial negado termina hoje
Publicado em 05/04/2021
Jornalista é destaque em MT, por fazer publicidade solidária durante pandemia
Ela anunciou que de forma gratuita, ajudaria os comerciantes a divulgar produtos e serviços em suas páginas nas redes sociais. Foi sucesso.
Geral
Jornalista é destaque em MT, por fazer publicidade solidária durante pandemia

Por Joel Teixeira

A jornalista profissional, Luiza Miranda, moradora em Peixoto de Azevedo, a 675 km de Cuiabá, tomou uma atitude empática, durante o mais alto pico da pandemia de coronavírus em Mato Grosso; ela ofereceu seu espaço nas redes sociais para divulgar produtos e serviços de comerciantes do município, sem cobrar pelo trabalho. Após anunciar a oferta, diversos empresários entraram em contato com ela. Luiza vai até as empresas, grava em áudio e vídeo e publica tudo. O TV Notícias teve acesso às publicações, nelas há diversas curtidas e apoio às ações solidárias da profissional.

Sobre ela

Formada em jornalismo em Cuiabá e com 14 anos de experiência, Luiza já trabalhou em tvs e rádios, entre elas a TV Centro América, afiliada à TV Globo. O diferencial da jornalista é a seriedade e o carisma que transmite, dando leveza e credibilidade à cada trabalho.

O TV Notícias quis saber da jornalista sobre o trabalho de publicidade solidária, desenvolvido por ela.

TV Notícias: Luiza, como nasceu essa ideia?

Luiza Miranda: A iniciativa surgiu depois do aumento de casos de covid-19 aqui em minha cidade.

Aumentaram os decretos, que na minha opinião achei injusto, pois “prejudicava” somente uma parcela do comércio; o noturno.

Pensei como poderia ajudá-los, gravei um vídeo, e disse que faria uma publicidade usando minhas redes sociais e, eles e os amigos poderiam repostar; sem fins lucrativos.

Por fim, acabei ajudando todos que me procuraram, até mesmo alguns comércios grandes. Porém, para esse comércio com mais condições, pedi uma cesta básica, como pagamento que será entregue na próxima semana para ajudar à comunidade mais carente de nossa cidade.

Na próxima semana estou encerrando as publicidades que duraram aproximadamente, 2 semanas e cerca de 20 divulgações.

TV Notícias: Após a grande repercussão, alguém se posicionou contra a sua iniciativa?

Luiza Miranda: Recebi algumas críticas, por estar fazendo de forma gratuita, enquanto outros fazem cobrando. Mas preferi não entrar nesse mérito, disse no primeiro vídeo que iria ajudar a divulgar, mas que os comerciantes não deixassem de continuar divulgando com os que já faziam isso, pois todos precisavam trabalhar.

TV Notícias: Qual a sensação de poder ajudar?

Luiza Miranda: Fiz minha parte social e de caridade, neste momento tão difícil da pandemia em nossa região. Peço a Deus que tenhamos ânimo e saúde para que tudo isso termine logo e que ninguém passe mais necessidade.

Assista a uma das publicações

Polícia Federal deflagra Operação Checker para combater fraudes no Auxílio Emergencial.
Covid-19: vacinados devem observar intervalo entre imunizantes
CNH, cadeirinha, farol: veja mudanças na lei de trânsito que começam a valer nesta segunda
Em fase crítica de pandemia, prefeito de Cafelândia-PR, oferece books fotográficos para gestantes
Notícias com enfoque no Estado de Mato Grosso
Todos os direitos reservados ao Grupo Joel Teixeira