Secretaria de Saúde transfere R$ 9 milhões a 13 municípios de Mato Grosso
Brasil perde 43 mil empregos em março
Prefeito quer jumentinho de volta
Sistema prisional do Paraná garante acesos à educação
Publicado em 02/04/2019
COLÍDER URGENTE ! Acadêmico de direito é detido após ameaçar dar tiros e matar todo mundo em faculdade
As polícias Civil e Militar, agiram rapidamente e prenderam o homem
Policia
COLÍDER URGENTE ! Acadêmico de direito  é detido após  ameaçar dar tiros e matar todo mundo em faculdade

Por Joel Teixeira         

Um homem, acadêmico de direito do segundo semestre na faculdade Facider,em Colíder, região Norte de Mato Grosso, fez ameaças  a alunos  em um grupo de whatsapp de acadêmicos na tarde dessa terça-feira (2). Ele se identifica como Marcos e em diversos áudios que enviou, fala frases desconexas e ameaça um guarda de trânsito, xinga policiais civis e militares com palavras de baixo calão e diz que por “pertencer  à Força Aérea”, conseguiu recuperar uma moto dele, supostamente roubada.

“Eu vou matar todo mundo, não to nem aí não rapaz, não tenho medo de ninguém não meu irmão, não sou moleque não rapaz, aqui é Força Aérea, não mexo com “trinta e oitim véi não”, só mexo com pistola.”

Ao saber das ameaças a faculdade avisou que as aulas de hoje estão suspensas.

Relatos de colegas dele

Um colega de sala, relatou no Twitter que há dias os alunos estão com medo das atitudes de Marcos, ele levou uma máscara idêntica às que os assassinos de Suzano-SP, usaram no massacre ocorrido recentemente na escola Raul Brasil. O acadêmico teria escrito bilhetes e entregue a alguns alunos: "Se você está com esse bilhete é porque gosto de você, sai da sala."

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O desfecho

As polícias civil e Militar agiram rapidamente e prenderam o homem, segundo o Comandante da Polícia Militar Wesmensandro Auto, foi  necessário o uso de força moderada porque ele resistiu à prisão. O comandante disse que há suspeitas de que Marcos fez uso de remédios controlados e entorpecentes,  e possivelmente surtou na tarde de hoje, provocando pânico entre os alunos da faculdade e na população de Colíder. Marcos ainda está no quartel da polícia militar e de acordo com Wesmensandro, aparentemente mais calmo.

A polícia tranquiliza a sociedade

Segundo o Comandante da PM, a população e acadêmicos podem ficar calmos porque o rapaz foi contido e agora segue para os trâmites legais pela  Polícia Judiciária Civil e Judiciário.

Até agora a nossa reportagem não conseguiu entrevistar o acusado, nem contato com o advogado dele.

Mais informações a qualquer momento.

Veja vídeo e ouça áudio sobre as ameaças 

Menina de 11 anos relatava os abusos sexuais em diário; pai confessa que jogou feto em rio
Militares do Exército são condenados por desvio de R$ 11 milhões do Instituto Militar de Engenharia
Secretaria de Saúde transfere R$ 9 milhões a 13 municípios de Mato Grosso
Brasil perde 43 mil empregos em março
Notícias com enfoque no Estado de Mato Grosso
Todos os direitos reservados ao Grupo Joel Teixeira