CUIABÁ

Siga nossas redes

CIDADES

TCE dá início às reuniões de apresentação de resultados do planejamento estratégico dos municípios

Publicado em

CIDADES


O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), seguindo as diretrizes do conselheiro-presidente José Carlos Novelli, dá início nesta terça-feira (8) às reuniões de apresentação dos resultados alcançados em 2021 pelos 20 municípios signatários dos Termos de Adesão do programa voltado ao aprimoramento do planejamento estratégico das gestões.

Atendendo aos protocolos de biossegurança, implantados no TCE-MT em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as reuniões serão virtuais.

Dentre os pontos que serão avaliados na oportunidade estão o cumprimento das metas estabelecidas nos planejamentos estratégicos, bem como a transparência e as ações voltadas para a participação dos cidadãos.

As reuniões serão coordenadas pela Secretaria de Planejamento, Integração e Coordenação do Tribunal de Contas.

O intuito do programa é contribuir para a melhoria dos serviços públicos, por meio de práticas que buscam introduzir na administração pública e na sociedade as culturas do planejamento, da transparência, da educação continuada, da eficiência e da inovação, todas elas essenciais para o desenvolvimento econômico e social.

Leia Também:  CNM atualiza gestores acerca de portarias da Saúde sobre leitos de UTI

  Cronogramaapresentacaoresultados2021.pdf (100.64 KB)

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CUIABÁ

81 POLICIAIS PRESOS EM MT, ACUSADOS DE 24 EXECUÇÕES

Publicados

em

Por Yuri Ramires.

Policiais que atuavam no Batalhão de Operações Especiais (Bope), na Força Tática do 1º Comando Regional e na Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam) são investigados por forjar crimes para matar pessoas em Cuiabá e Várzea Grande. O objetivo era promover nomes dos policiais, além dos batalhões em que eles atuavam.

A informação foi confirmada pela Polícia Civil, que por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está cumprindo 81 prisões dos investigados em 24 mortes, além de tentativas de homicídios com 4 sobreviventes.

Operação tem o apoio ainda do Ministério Público Estadual (MPE). Sabe-se que, de acordo com a investigação, um colaborador chamava pessoas envolvidas em crimes, para cometer falsos roubos e furtos, sendo que, na verdade, o objetivo era matar os participantes.

Eles eram atraídos para locais ermos, onde os policiais já estavam. Lá, eles eram sumariamente executados, com o falso fundamento de confronto. “Há farto conteúdo probatório que contrapõe a tese de confronto apresentada pelos investigados”, diz a polícia.

Leia Também:  Caminhoneiro encontrado morto e com rosto desfigurado é reconhecido pela família

O objetivo principal do grupo era ‘promover’ o nome dos policiais que estavam envolvidos na ação, bem como dos respectivos batalhões em que eles eram lotados. Reportagem do entrou em contato com a PM, que por meio da assessoria de imprensa informou que “assim que a operação for finalizada e todos os mandados forem cumpridos vai se pronunciar sobre o caso”.

Por fim, foi informado ainda que os detalhamentos dos fatos só serão apresentados no final das diligências e conclusão da investigação, que está sendo realizada pelos promotores de Justiça que atuam no Núcleo de Defesa da Vida.

“O Ministério Público e a Polícia Civil esclarecem que as ações investigadas foram praticadas por alguns membros da corporação que agem à margem e à revelia da lei. Enfatizam, no entanto, o relevante trabalho que a Polícia Militar realiza para a sociedade no combate à criminalidade e na proteção do cidadão. Simulacrum é a tradução em latim de simulacro (aquilo que tem aparência enganosa)”, informou a polícia.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA