CUIABÁ

Siga nossas redes

CARROS E MOTOS

Mini lança série limitada Shadow Edition do Countryman híbrido no Brasil

Publicado em

CARROS E MOTOS


source


Mini Cooper S E Countryman ALL4 - Shadow Edition vem com pintura preta e detalhes escurecidos entre os itens exclusivos
Divulgação

Mini Cooper S E Countryman ALL4 – Shadow Edition vem com pintura preta e detalhes escurecidos entre os itens exclusivos

A Mini anuncia a chegada da nova série especial Shadow Edition do modelo Cooper S E Countryman ALL4. Com preço sugerido que parte de R$ 299.990, o modelo traz como principal atrativo o visual escurecido e é inspirado na movimentada e cosmopolita vida noturna de Londres.

Todas as 30 unidades serão produzidas na planta de Oxford, na Inglaterra, e terão a mesma configuração: carroceria Preto Midnight com teto contrastante na cor Cinza Melting , e além da combinação de cores especifica para este modelo.

Por dentro, as faixas especiais da versão também estão aparentes no painel e nas soleiras das portas do Mini Cooper S E Countryman Shadow Edition e completam o visual diferenciado.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Leia Também:  Como a alta do dólar afeta os preços dos carros no Brasil

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Na lista de equipamentos, a série limitada vem com  sistema de som Hi-Fi Harman Kardon, tela sensível ao toque de 8,8″, assistente de direção, conexão com Apple CarPlay, faróis full led direcionais, painel digital, serviço de conectividade com ligação inteligente de emergência, sistema com Concierge disponível 24X7, entre outras tecnologias.

Outro destaque, fica por conta do sistema compatível com iOS ou Android e o aplcativo da Mini , que fornece informações sobre o status do veículo a qualquer momento e, por exemplo, permite a operação remota de comandos como o destravamento das portas e saber a localização do veículo.

O Mini Cooper S E Countryman ALL4 – Shadow Edition vem equipado com motor 1.5 sobrealimentado, de três cilindros, que trabalha em conjunto com outro elétrico. Juntos rendem 224 cv e 39,3 kgfm de torque a partir de 1.300 rpm. No sistema de transmissão vai o câmbio automático de 6 marchas, além da tração integral.

Fonte: IG CARROS
Leia Também:  Promulgação da PEC dos Precatórios viabiliza Auxílio Brasil de R$ 400

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

GWM estréia fábrica de carros no Brasil e alega que farão até 208 km/l

Publicados

em


source
Fábrica Mercedes-Benz de Iracemápolis foi vendida para a Great Wall Motors Company, que fará apenas carros eletrificados
Divulgação

Fábrica Mercedes-Benz de Iracemápolis foi vendida para a Great Wall Motors Company, que fará apenas carros eletrificados

A maior fabricante de carros da China, a Great Wall (GWM), acaba de inaugurar uma fábrica em Iracemápolis (SP): trata-se de uma unidade que foi inaugurada pela Mercedes-Benz em março de 2016 e fechada em dezembro de 2020. Nesta quinta-feira (27), a Great Wall Motors inicia oficialmente as operações no Brasil, fabricando apenas carros eletrificados, e promete fazer da unidade sua maior base fora da China.

A empresa anunciou investimentos de R$ 10 bilhões no país até 2032. Em 2025, a multinacional pretende alcançar um faturamento de R$ 30 bilhões. A GWM também garante que a fábrica brasileira será um centro completo de produção. Até 2025, almeja atingir um índice de nacionalização de 60%. A unidade industrial será um pólo de exportação para o continente. A retomada das atividades vai gerar 2.000 empregos diretos e 8.000 indiretos.

Para diversificar a atuação da montadora no Brasil, a GWM vai contar com três marcas, uma para cada linha de produtos. A Haval vai comercializar apenas SUVs on-road inteligentes, a Tank contará com SUVs off-road de luxo e a Poer terá picapes inteligentes.

Leia Também:  Rival do Google Maps utiliza câmera de para escanear os sinais de trânsito

Em um segundo momento, virá a linha Ora , uma marca premium exclusivamente movida a bateria. Ela será a primeira marca pura 100% de carros elétricos no Brasil.

Os carros, segundo a Great Wall , terão todos entre 230 cv a 430 cv, e entre 41 kgfm até 76 kgfm. Na prática, esses números se traduzem em aceleração de 0 a 100 km/h entre 7,2 segundos e 4,8 segundos, com consumo de combustível de 75 km/l a 208 km/l (ainda segundo a GWM), quando nos limitamos aos híbridos e híbridos plug-in .

Como se não bastasse, a montadora afirma que vai oferecer no Brasil o híbrido plug-in com a maior autonomia elétrica do mundo, de 200 km. Esse modelo ainda é capaz de recarregar 80% da sua bateria em apenas 30 minutos.

Leia Também

Todos os modelos produzidos no Brasil terão recursos de conectividade e sistemas semiautônomos de segurança Nível 2 de série, além de permitir o uso do comando por voz para controlar as funções do veículo, como fechar vidros ou abrir o teto solar. Os veículos da GWM no Brasil também estarão prontos para suportar o recurso de conectividade 5G.

Leia Também:  Primeira indígena é coroada como Miss Brasil, em Gramado

A GWM desenvolveu o primeiro sistema de veículo híbrido do mundo que conta com a tecnologia de atualização Over The Air (OTA), que trará atualizações de software e firmware pelo ar para o carro, não só para o multimídia, mas para todo o sistema do veículo, como módulos dos motores e hardware de direção semiautônoma .

Outra novidade tecnológica é que a GWM já está iniciando parcerias para estudos de uso de etanol como fonte de geração de hidrogênio para veículos com célula de combustível.

Great Wall Tank 100 é o
Divulgação

Great Wall Tank 100 é o “irmão” chinês queo Jimny Sierra nunca tinha tido

“A GWM é a primeira empresa na China que forma parte da Comissão Internacional do Hidrogênio e tem vários projetos de pesquisa para as diferentes aplicações desse gás como elemento de propulsão”, afirma Pedro Bentancourt, Chief Relations Officer (CRO) da GWM Brasil.

“Pretendemos utilizar a unidade no Brasil como base de conhecimento na realização de acordos com universidades e centros tecnológicos brasileiros , visando desenvolver pesquisa que, por exemplo, inclua o uso do etanol como fonte de hidrogênio”, complementa Pedro Bentancourt.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA