CUIABÁ

Siga nossas redes

CARROS E MOTOS

Apesar de janeiro fraco, Anfavea prevê  vendas melhores em 2022

Publicado em

CARROS E MOTOS


source
Entre outros fatores, férias, falta de componentes, alta nos juros e variante ômicron prejudicaram o setor automotivo
Divulgação

Entre outros fatores, férias, falta de componentes, alta nos juros e variante ômicron prejudicaram o setor automotivo

O primeiro mês do ano não trouxe bons indicadores para a indústria automobilística, mas o contexto ajuda a explicar essa largada com o freio de mão puxado.

Historicamente, o primeiro bimestre tem as piores médias de vendas de veículos no ano, por conta de paradas nas fábricas, feriados, férias escolares e um natural desaquecimento após a alta que geralmente ocorre em dezembro. Porém, este janeiro foi especialmente complicado para o setor automotivo, como mostra o balanço divulgado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

A produção de 145,4 mil unidades foi 27,4% inferior à de janeiro de 2021. Como no ano passado, o mês foi mais curto na prática, com média de 17 dias úteis, se levadas em conta as férias coletivas prolongadas em boa parte das fábricas.

A diferença neste ano foi uma mistura da já conhecida escassez de componentes eletrônicos com os impactos da variante ômicron sobre a força de trabalho. Aa associadas da Anfavea reportaram índices sem precedentes de absenteísmo, por conta de afastamentos de funcionários por covid-19 ou por suspeita da infecção.

Leia Também:  Rugged Rhino é um mini trailer que custa menos de R$ 40 mil

A vendas internas também sofreram as consequências da falta de oferta e de problemas no varejo. No total, 126,5 mil autoveículos foram emplacados, um recuo de 26,1% sobre janeiro do ano anterior. Outros países afetados pela variante ômicron tiveram quedas parecidas com a nossa, próximas de 20%.

“Foi um mês de recorde nas infecções por Covid-19 no país e de chuvas acima da média para o período, o que afetou a produção dos fornecedores e dos fabricantes de veículos , e ainda afastou clientes das concessionárias”, destacou o Presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes.

Leia Também

“Afora isso, outro fator que afetou os números foi a bem-vinda entrada em vigor do novo sistema do Registro Nacional de Veículos em Estoque, o Renave, que desburocratizou e trouxe maior segurança ao processo digital de licenciamento.

Expectativas são boas

Falta de semicondutores nas fábricas será menor em 2022, segundo a Anfavea, que prevê resultados melhores ao longo do ano
Divulgação

Falta de semicondutores nas fábricas será menor em 2022, segundo a Anfavea, que prevê resultados melhores ao longo do ano

A curva de aprendizado de todos os agentes envolvidos nessa operação da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) atrasou alguns licenciamentos de carros vendidos em janeiro, mas a situação já está normalizada, refletindo em números melhores de emplacamentos neste início de fevereiro”, acrescentou o dirigente.

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 24 de janeiro de 2022

As exportações foram menos prejudicadas por essas atribulações excepcionais do mês de janeiro. Ao todo, 27,6 mil unidades foram embarcadas, o que representou um crescimento de 6,6% em relação a janeiro de 2021. Estoques e nível de emprego mantiveram patamares muito semelhantes aos de dezembro.

O Presidente da Anfavea afirmou que ainda aposta numa boa reação do mercado para este ano, apesar deste janeiro frustrante. “Os problemas causados pela ômicron deverão ser amenizados nos próximos dois meses, permitindo um quadro mais próximo da normalidade em todas as atividades”.

Moraes tamném lembra que, como foi destacado na coletiva anterior, não haverá todos os semicondutores que a indústria automotiva precisa este ano, mas o nível de escassez será menor que em 2021.

Portanto, o único sinal de alerta é para a alta dos juros acima do que era esperado. Isso pode desaquecer o mercado , caso não haja contrapartidas que tragam algum alívio para o orçamento dos consumidores, ainda de acordo com Luiz Carlos Moraes.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Empresa desenvolve exclusivo patinete de três rodas e prancha de bambu

Publicados

em


source


Patinete Taito pesa apenas 16 kg, pode atingir 25 km/h e tem 30 km de autonomia, diz a fabricante
Divulgação

Patinete Taito pesa apenas 16 kg, pode atingir 25 km/h e tem 30 km de autonomia, diz a fabricante

A belga Taito desenvolveu um patinente totalmente diferente da maioria dos que já conhecemos. Ele traz a configuração de três rodas e uma plataforma de bambu flutuante que tem como objetivo melhorar a estabilidade e oferecer conforto ao condutor.

Outra vantagem do veículo de duas rodas é sistema de suspensão com patente pendente da Taito , que filtra melhos as irregularidades do piso tais como buracos, paralelepípedos e quaisquer outros obstáculos e melhorando o conforto e a segurança.

Por falar em segurança, o patinete está equipado com potentes luzes LED, os indicadores integrados e lanterna na traseira que aumentam ainda mais a segurança.

Patinete Taito. Foto: Divulgação

Patinete Taito. Foto: Divulgação

Patinete Taito. Foto: Divulgação

Leia Também:  Salão do Automóvel de São Paulo está confirmado para 2022

Patinete Taito. Foto: Divulgação

Patinete Taito. Foto: Divulgação

Patinete Taito. Foto: Divulgação

Outra vantagem do patinete elétrico da Taito está no design modular que facilita o reparo ou a substituição de peças quebradas. Pesa apenas 16 kg e está equipado com rodas de 10”.

Leia Também

Possui um motor de 500W com potência máxima de 1000W e uma bateria de 48V/10 Ah que leva três horas para carregar totalmente. Em termos de velocidade, o patinete pode chegar até 25 km/h e uma autonomia de até 30 km.

Oferecido por 1.750 euros (R$ 10.676, em conversão direta), o patinete elétrico de três rodas será entregue aos primeiros clientes em agosto deste ano,sendo que essa remessa será destinada aos países da União Europeia, Reino Unido, Suíça e Bélgica.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

MULHER

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA