Morre o cantor Marciano, lenda do sertanejo
Vendaval em Marcelândia na madrugada de hoje, destelha casas, derruba barracão e deixa mais de R$ 400 mil de prejuízos
Ministro do STF vê confissão de culpa em pedido de Flávio Bolsonaro
Decreto prioriza Saúde, combustível, comida de policias e presos
Publicado em 29/10/2018
Aprosoja e Sesp reafirmam parceria em projeto de combate ao crime em propriedades
Agronegócios
Aprosoja e Sesp reafirmam parceria em projeto de combate ao crime em propriedades

Por: Viviane Petroli

A Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp) reafirmou compromisso com os produtores rurais do estado quanto à segurança no campo através do Projeto Monitor de Segurança. A continuidade da ação foi pontuada pela pasta de Segurança à Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja MT).

A manutenção da parceria para o próximo ano, quando o governador eleito Mauro Mendes assume a gestão do Estado, foi reafirmada durante reunião no dia 25 de outubro. Representantes da entidade e da Sesp na ocasião debateram estratégias de combate aos crimes de roubo e furto de defensivos agrícolas, além da venda de defensivos e fertilizantes falsificados.

O Projeto Monitor de Segurança é realizado nas propriedades rurais mato-grossenses desde o fim de 2016, após um Termo de Cooperação firmado entre a Sesp e a Aprosoja Mato Grosso. O projeto tem como foco um monitoramento maior na área rural, diante o crescimento do registro de roubos de defensivos agrícolas e gado no Estado.

Conforme a Aprosoja e a Sesp, a parceria busca unir forças não apenas para combate o crime, mas também para punir aqueles que o roubo, furto e a receptação de produtos ilícitos na área rural, principalmente de defensivos agrícolas.

“A Secretaria entende a necessidade de que o projeto permaneça e para nossos associados ele é fundamental. Outra demanda que fizemos nesta reunião é que o patrulhamento da Polícia Militar seja reforçado na zona rural, já que neste período há entrega de defensivos nas fazendas”, afirma o coordenador da Comissão de Defesa Agrícola, Jorge Diego Giacomelli.

Segundo a Sesp, no dia 11 de outubro através dos setores de inteligência das Polícias Militar e Civil e da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) uma carga de 10,3 mil litros de defensivos agrícolas falsificados foi apreendida em Campo Verde.

“Reforçarmos a importância de se colocar no B.O. o lote dos produtos roubados, para facilitar as investigações e também o retorno dos produtos recuperados aos donos. Também constatamos na reunião a eficiência das rondas rurais e vamos fazer um comunicado para a Polícia Militar intensificar essa ação, especialmente nesse período em que os produtos já estão estocando os defensivos”, frisa o titular da Sesp, Gustavo Garcia.

Fonte: Mato Grosso Agro 

Colíder está um caos, mas o povo só se manifesta por shows e comida de graça
Morre o cantor Marciano, lenda do sertanejo
Decreto prioriza Saúde, combustível, comida de policias e presos
Policial Militar é condenado a 24 anos de prisão por morte a pauladas de jovem de 16 anos
Notícias com enfoque no Estado de Mato Grosso
Todos os direitos reservados ao Grupo Joel Teixeira